Uma das coisas que mais adoramos em fazer aqui na Solutudo é contar histórias da cidade, e histórias que inspiram, que despertam boas ações e sentimentos nas pessoas. Afinal, estamos todos nessa mesma embarcação chamada Jundiaí Maravilhosa, não é mesmo? ??

Então ó, separamos essas 5 histórias que já contamos aqui em algum momento, para juntos relembrarmos quanta inspiração nossa cidade oferece e claro, experimentarmos os mesmos sentimentos que motivaram essas pessoas a fazerem a diferença. ?

Perseverança

Nessa linda história de Dia das Mães, a mamãe Érica nos contou que ela e o marido não conseguiam ter filhos e, sempre que engravidava, ela os perdia. Em 2010 veio então a notícia: Érica tinha ovários policísticos, o que dificultava a gravidez.

O casal optou então pela adoção. Em Jundiaí, ficaram cerca de 11 meses na fila de espera e só em 2014 veio a animadora notícia de que havia um grupo de irmãos na cidade de Diadema para serem adotados. Depois de muita perseverança e confiança, em 2017 uma outra notícia abalou toda a família…

Parceria

Quem não gosta de uma história de amor, não é mesmo? Envolvendo casamento então… ? Contamos a história do Casal Santorini, que está na luta para realizar o sonho do casório!

De um lado Patrícia Gomez, uma cantora que sempre viveu na cidade e se formou em música. Do outro, Jean Reinert, que após um tempo morando em Campo Limpo, veio para Jundiaí para facilitar a logística do casal, ele também é músico e formado em Publicidade. Eles se conheceram há mais de três anos por meio de um trio musical do qual participavam. O trio acabou se desfazendo, mas o casal permaneceu. ?

Empatia

Gustavo é um jundiaiense de 12 anos e a única criança surdocega do município. Com dificuldades na comunicação, foi com o auxílio da professora Valdineia Aparecida Nascimento que sua vida foi transformada e, junto dela, a de todos os outros alunos da escola municipal do Jardim Carlos Gomes.

A prô Valdineia deixa a lição: “Nós estudamos, sofremos e agora compartilhamos o que aprendemos porque acreditamos que toda criança pode aprender, do seu jeito e no seu tempo! Sou muito grata a todos que sonharam e acreditaram comigo! Ele me ensinou a ver com os olhos do coração!”

Solidariedade

Boas atitudes a gente nunca se cansa de ver, não é mesmo? E conhecer a história por trás de quem as realiza, é melhor ainda! Ainda mais se for de alguém que, literalmente, veste a camisa de Jundiaí, né não? ?

Com certeza você já deve ter visto o Jayme Lima, mais conhecido como ‘Jayme do Farol’, quietinho, com seu banquinho ali no pontilhão da Avenida Nove de Julho, ou no espaço com paredes brancas bem em frente ao JundiaíShopping, revitalizando faróis de carros. E, mesmo nesses tempos de quarentena, com muitos negócios estando fechados temporariamente, a solidariedade do Jayme sempre está viva e atuante. ?

Positividade

Para fechar com chave de ouro essa seleção de bons sentimentos, que tal um pouco de positividade? E quem dá um show nesse sentimento é a Miriam Kohatsu, proprietária da Haru Ya.

Inspirada no costume japonês de, durante o Festival das Estrelas, em julho, escrever desejos em um pedacinho de papel colorido e pendurá-lo em ramos de bambu para se tornarem realidade, em 2016 Miriam decidiu fazer em seu estabelecimento um ‘Cantinho da Gratidão’. ?

Nós reclamamos muito, mas estamos em uma terra abençoada, muitas vezes não fazemos a nossa parte e botamos a culpa no político, mas jogamos lixo no chão, sujamos e denegrimos espaços públicos.


Como é bonito sentir tuuudo isso a partir de pequenas atitudes de outras pessoas, não é mesmo? Inspire-se e espalhe você também boas atitudes e sentimentos! ??


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui