Dar banho, trocar a fralda, colocar para dormir, amamentar, lavar as roupinhas, levar ao médico… Ufa! De uma coisa é possível ter certeza: rotina de mãe não é fácil. Mas algumas ainda separam um tempinho para serem solidárias com o próximo. É muito amor, né?

No mês da campanha do Agosto Dourado, que promove a conscientização sobre a importância do leite humano nos primeiros anos de vida dos bebês, a Solutudo conta as histórias de 3 mamães doadoras do Banco de Leite Humano (BLH) de Araçatuba. O leite arrecadado pela entidade é destinado às UTIs neonatais que cuidam de recém-nascidos prematuros.

Lilian Biazini, 26 anos

Mamães de Araçatuba que doam leite para o Banco de Leite Humano (2)
A mamãe Lilian Biazini, de 26 anos; o papai Rogério Petean, de 27; e a pequena Maria Alice, de 4 meses (Foto: Reprodução/Rede social)

A agente de Correios Lilian, de 26 anos, mamãe da Maria Alice, de quatro meses, conheceu o BLH por meio de uma postagem no Facebook. Após ver a publicação, a jovem adulta decidiu pesquisar mais sobre o trabalho realizado pela entidade.

No começo, Lilian não conseguiu doar porque sofria com as dores da amamentação. Mas, após melhorar, não pensou duas vezes. “Eu doo como um agradecimento a Deus por eu conseguir amamentar e nutrir a minha filha. E também para ajudar os outros bebês. A Maria está saudável e quero que os outros pequenos fiquem bem também. Ajudar o próximo é uma sensação incrível. Não consigo expressar em palavras.”

A Lilian realiza a coleta do leite durante a manhã, assim que acorda, todos os dias. “É algo rápido. Dura menos de uma hora. Apesar de a coleta ser diária, consigo amamentar normalmente a Maria. Não falta leite para ela. É fascinante ver como o nosso corpo funciona.”

Além de prestar completo atendimento às mães, o BLH busca os recipientes com leite na casa das doadoras, uma vez por semana. Para Lilian, isso facilita contribuir com o Banco, afinal, de acordo com a mamãe, é difícil sair de casa com um bebê recém-nascido.

Giovanna Vanessa Biondi Rufo, 39 anos

Mamães de Araçatuba que doam leite para o Banco de Leite Humano (3)
No fundo, a mamãe Giovanna Vanessa Biondi Rufo, de 39 anos, segura, no colo, o pequeno Benício Rufo Zerbinati, de 5 meses; à frente, o papai Rogério Marques Zerbinati, de 42; e o filho mais velho do casal, Nicolas Rufo Zerbinati, de 5 (Foto: Reprodução/Rede Social)

Há 5 anos, nasceu Nicolas Rufo Zerbinati, o primeiro filho do casal Giovanna Vanessa Biondi Rufo, de 39 anos, e Rogério Marques Zerbinati, de 42. A mamãe, no começo, enfrentou dificuldades para amamentar o pequeno e, após ser aconselhada pelo médico, buscou apoio no BLH de Bauru, cidade onde morava na época.

Neste ano, já em Araçatuba, a família aumentou: Giovanna deu à luz Benício Rufo Zerbinati, de cinco meses, e decidiu retribuir a ajuda recebida durante os primeiros meses de vida do seu primeiro filho, Nicolas. “É tão gratificante coletar o leite e saber que faço o bem, mesmo sem conhecer a família que recebe.”

Franciele Souza, 24 anos

Mamães de Araçatuba que doam leite para o Banco de Leite Humano
Da direita para a esquerda, a dona do lar Franciele Souza, de 24 anos, mamãe da Miriã Cristina, de 5 meses, e da Ingrid Vitória, de 2 anos; e o marido dela e papai das pequenas, Jonathan César, de 24 (Foto: Reprodução/Rede social)

A dona do lar Franciele Souza, de 24 anos, mamãe da Ingrid Vitória, de 2, e da Miriã Cristina, de 5 meses, integrou o time que contribui com o BLH de Araçatuba após a indicação de uma enfermeira da Unidade Básico de Saúde (UBS) do bairro Umuarama.

“Tenho muito leite e queria ajudar outros bebês. Eu me sinto realizada por conseguir fazer isso. Recomendo que outras mamães também contribuam. As funcionárias do Banco são atenciosas e tratam as mamães muito bem. Adoro elas”, conta Francieli.

Serviço

Se você é uma mamãe com leite em excesso e deseja fazer parte do time de doadoras, entre em contato com o Banco de Leite Humano (BLH) de Araçatuba pelo telefone (18) 3636-1175.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Araçatuba e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: aracatuba@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui