Em Ourinhos, temos alguns pets muitos simpáticos com perfis próprios na mídia social Instagram. Um deles é o tartarugo Raphael, que já nos concedeu uma entrevista. E As Meninas, sendo um quarteto fofucho de lindas cachorrinhas. A fama está crescendo cada vez mais e hoje a reportagem é especial sobre a Lola, Cléo, Eva e Mel.🐶

Os responsáveis

Júlia Karen de Freitas é a mamãe das meninas. É estudante de psicologia, é apaixonada pela vida e pelos animais. Gosta de aproveitar os momentos ao lado das pessoas que ama e tem um amor incondicional pelas suas pets.

Enio Tanios Perino é o papai das cachorrinhas. É empresário, companheiro e prefere aproveitar a vida mais leve possível.

O casal sempre teve algum animal de estimação no período da infância e adolescência. A Júlia já teve coelho, porquinho-da-índia, passarinho, cachorros e muitos outros. O seu último pet, antes das meninas, chamava Kiara e era com quem criou uma forte ligação. Já o Enio, teve outros animais, mas não criou nenhuma ligação profunda e afetiva.

As meninas

Quando se juntaram como um casal, a ideia deles era ter apenas uma cachorra e veio a Lola. O tempo foi passando e decidiram que a Lola precisava de uma companhia, até porque eles têm uma rotina muito agitada. Em um dia qualquer, encontraram com a Eva e foi amor à primeira vista, e já foi para a casa. Tempos depois, Júlia viu a Mel e a Cléo e pensou: por que não? Foi assim que construíram uma família com quatro cachorrinhas.

Lola foi Enio que escolheu por, simplesmente, avaliar que a cachorra tinha “cara” de Lola. Cléo é uma homenagem para uma amiga de Enio. Eva foi a Júlia, a escolha foi por escutar este nome durante uma visita ao veterinário com a Cléo.

“A cachorrinha começou a brincar com a Cléo e, então, eu e a moça nos apresentamos. Quando eu perguntei o nome da cachorrinha, ela disse Eva e eu achei um nome muito bonito. Quando decidimos ter uma terceira filha pet, eu disse que aceitava e o nome deveria ser Eva”, conta Júlia.

E o nome Mel foi a sobrinha de Júlia, Gabrielli, quem escolheu. Quando a Mel chegou em casa, a Júlia resolveu ligar de vídeo para a Gabi e solicitou um nome. Foi de prontidão a escolha de Mel, carinhosamente de Melzinha.

Instagram

As quatro são tão lindas que a Júlia resolveu compartilhar a beleza delas com outras pessoas criando um perfil no Instagram. Além do hobby em tirar fotos e pela dificuldade sentimental em ter que excluir alguma imagem para conseguir fazer outra. E durante a pandemia, foi o período que a Júlia mais fez fotos das cachorras.

“Um dia, conversando com uma amiga, ela me disse para abrir um perfil delas, já que o meu perfil pessoal era praticamente delas. Comentei com as minhas irmãs e elas me apoiaram. Entrei no insta pet sem ter a menor noção da dimensão que é”, explica a mamãe das meninas.

E você pensa que é só tirar foto e postar? Está enganado! Tem todo um processo de criação por trás do sucesso do perfil. Júlia tem parceiras que produzem os acessórios, cenários e as fotografias. Portanto, o primeiro passo é a escolha do tema, depois o estilo de acessório e o melhor parceiro para produzir o material. Enquanto os objetos estão sendo fabricados, Júlia está acertando o cenário e a maneira que serão feitas as imagens.

Da esquerda para direita: Lola, Cléo, Eva e Mel. Foto: arquivo pessoal

Parece fácil e rápido, né? Mas pode demorar semanas ou meses. A etapa final, quando não é uma data comemorativa, é bem mais ágil.

“No perfil das meninas, além de ser um perfil bem elaborado, eu gosto de combinar os acessórios com os cenários. No mundo do insta pet, existem perfis ótimos, mas é difícil encontrar composição completa da forma como fazemos com o perfil das meninas”, assegura Júlia.

E o feedback do público é positivo. Diariamente Júlia recebe mensagens das pessoas elogiando a forma de criação do conteúdo, as combinações entre acessórios e cenários e perguntas sobre como consegue manter as quatro quietas para as fotos. Além da solicitação de dicas para fazer o mesmo com os seus pets.

O começo e o presente

O início do perfil comparado com o momento atual é de muita melhoria. A cada produção é uma nova superação. Segundo Júlia, hoje eles sabem dimensionar e colocar em prática o que desejam fazer. Tudo é prezado para que seja adaptável às meninas, para que elas possam estar com um bom acessório e causem boa impressão ao público.

E para o futuro, Júlia espera que o perfil leve muitos sentimentos bons para as pessoas. “É proporcionar sempre muita alegria, amor e leveza para o público. Tenho recebido algumas propostas de parcerias bem legais, que entendem e gostam da maneira como entregamos os nossos conteúdos”, finaliza.


Conhecendo a história dessas encantadoras cachorrinhas, dá até vontade de ter um pet e montar um perfil no Instagram. É apaixonante!


Para acompanhar as meninas, é só procurar por elas com @as.meninas_ e não esqueça de nos seguir no Instagram: @solutudo.ourinhos !


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

Avalie este conteúdo

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui