Algumas crianças reagem de forma surpreendente em situações que até para os adultos seriam dramáticas e paralisantes. Mesmo que elas sejam ensinadas a como agir em situações graves, não se sabe o que esperar. E, mesmo tentando prepará-las, esperamos que elas nunca tenham que lidar com elas.

Durante uma aula em uma pré-escola de Frostproof, na Flórida, EUA, um menino de seis anos salvou a vida de sua professora. Joyce Darr substituia outro professor quando sofreu uma queda e bateu a cabeça em uma mesa no meio da aula.

O acidente fez com que ela perdesse a consciência. Percebendo a professora desacordada, Max Mezza, um dos alunos da classe, correu para chamar por socorro. Graças aos esforços do garoto, os funcionários da escola foram até a sala e chamaram a emergência.

Os ferimentos da professora foram graves e a rapidez em seu atendimento pode ter sido fundamental. Joyce sofreu uma fratura no crânio e teve sangramentos no cérebro. Ela permaneceu 12 dias em coma e recebendo tratamentos especiais por causa de sua condição.

Lil Max ran for help while everyone else stood there, to save my momma! Least I could do is get him those new J’s. You…

Posted by Darr Derek on Tuesday, September 3, 2019

Reconhecimento

A rápida reação de Max pode ter acontecido graças a um treinamento de emergência que a criança havia feito. O comportamento do garoto foi alvo da gratidão de várias pessoas da cidade.

Como forma de recompensar a conduta do menino, o filho de Joyce comprou um par de tênis novos para ele. O delegado da cidade, junto ao escritório da polícia, realizou um evento em sua homenagem na escola.

Na cerimônia, onde recebeu um certificado por conta da assistência que ofereceu à professora, Max também foi presenteado pela delegacia com uma bicicleta. Durante o evento, o delegado fez um forte discurso sobre o acontecimento.

Max foi recompensado por sua agilidade em perceber que a professora precisava de ajuda e pela atitude que tomou. (Foto: Reprodução/YouTube)

“Ele foi o líder. Ele foi o herói. E nós estamos orgulhosos dele. Se todos fossem como Max, o mundo seria um lugar melhor”, comentou.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui