Dentro de bibliotecas, há tesouros guardados, na cidade de Garça, interior de São Paulo, não é diferente. Antônio Ferreira da Silva, presidente da Associação dos Poetas e Escritores de Garça (APEG) conta que há anos as reuniões são realizadas na Biblioteca Municipal, uma vez por mês.

Lá, se reúnem poetas e escritores, que lutam pela causa. Além disso, fazem o lindo trabalho de promover o incentivo da leitura nas escolas.

Além de incentivar a leitura nas escolas, a Associação promove um concurso para a garotada, com muito carinho. Dessa forma, fica mais fácil de entender a importância da leitura.

“A poesia não vem só da literatura, tudo o que é bonito e bem feito e do bem é poesia. A minha poesia ou de qualquer outro autor. ”

Inclusive, em todas as reuniões, o grupo homenageia dois escritores, um em vida e outro do passado. É muito importante esse feito, afinal, antes de nós, muitos fizeram história.

Antônio confessa que os poetas em geral, segundo uma consulta particular a alguns conhecidos, se inspiram praticamente em alguma dessas situações:

“Quando não está bem, ou quando bebe, ou até mesmo quando está só.”

Já para si, as inspirações foram iniciadas nas cartas, nos “conhecimentos”, nos namoros, e entre outros momentos ao longo de sua vida.

Quanto às suas poesias, Antônio já escreveu muitas. Algumas, ficaram em rascunho, outras foram para livros que, ainda que não publicados, estão guardados.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e pessoas sorrindo

Antônio ressalta ainda que, embora exista muitas cidades afora, foi em Garça que buscou o passado, sendo bem saudosista.

Hoje ele escreve um livro falando de sua vida e também dos acontecimentos passados de Garça.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui