E continuamos a nossa série #JundiaíRaiz, dessa vez sobre a nossa maneira de falar! Siiim, o jundiaiense tem seu jeitinho próprio de falar e você, que mora na cidade, sabe bem disso! E não estamos falando apenas do sotaque, não! São palavras, expressões, frases e até um hino que está na ponta da língua de todo mundo que mora nessa cidade maravilhosa. 🙂

Cada cantinho do país tem a sua maneira de falar, suas peculiaridades na hora de se expressar, e isso é lindo! E é lógico que essa cidade lindona, que tem uma história incrível e uma gente maravilhosa não teria seu próprio ‘dialeto’, né? ?

O quanto você manja de “Jundiainês”? Faça o quiz!

Dizem por aí que o cumprimento mais comum do jundiaiense é o “Ó”. Nada de oi, de olá… É “Ó”! Isso é coisa de Jundiaí tanto quanto a coxinha de queijo! E olha, temos tantas outras coisas próprias nossas que até fizemos um quiz para você testar seu nível de fluência na nossa ‘língua’! ?

Aproveite para testar seus conhecimentos e divirta-se descobrindo o quanto jundiaiense você é! 😉

Banner de divulgação dessa matéria dentro da série #JundiaíRaiz: você fala Jundiainês?
Faça o quiz e descubra o seu nível de fluência no ‘Jundiainês’! 😛

Você sabe falar "Jundiainês"?

O jundiaiense quando escreve de caneta azul e erra, acaba usando o...

1. A própria azul caneta, para passar por cima do erro
2. Corretivo líquido
3. Errorex

Quando vão comprar cadernos, as crianças de Jundiaí procuram por aqueles que têm

1. Figurinhas
2. Adesivos
3. Colantes

Quando a pessoa "vai pra cidade", ela quer dizer que...

1. ... vai ao Centro
2. ...vai para o Cidade Nova
3. ...vai ao Parque da Cidade

"Saudades mil levam"

1. Os que passam por aqui!
2. Os que amam Jundiaí!
3. Os que passam em Jundiaí!

Jundiaiense não usa pano de prato, mas...

1. Guardanapo
2. Pano de louça
3. Paninho

All 5 questions completed!


Share results:

Você sabe falar "Jundiainês"?

Want more stuff like this?

Get the best viral stories straight into your inbox!
Don`t worry, we don`t spam

Ah, e o hino!

Apostamos que é muito difícil encontrar um jundiaiense, uuunzinho que não tenha cantado durante sua vida o hino da cidade. Sei lá, na escola, no 7 de setembro… Não sei, mas em alguma situação você pelo menos já cantarolou (e se enrolou rs) naquela parte do finalzinho que diz:

Quem poderia imitar
O teu céu com tuas cores?
Com teus lindos fulgores?

Hahaha! É lindo, é poético, mas olha, é rápido e dá um nó na língua danado! ?

E você sabia que a letra de “Terra Querida Jundiaí“, composta em 1933 pela professora e musicista jundiaiense Haydée Dumangin Mojola, foi reconhecida como o Hino da Cidade só no ano de 1960?

Nunca ouviu? Quer ouvir de novo? Então aproveita. ?


Ah, e você pode conferir a letra completinha no site da prefeitura. 🙂

Agora que você sabe um pouco mais sobre o ‘Jundiainês’, conta pra gente aqui embaixo nos comentários qual o seu nível de fluência e se tem mais alguma palavra que esquecemos de colocar! Ah, aproveite e mande pra gente maaais ideias de matérias e as curiosidades sobre Jundiaí que só você sabe! Só não esquece de contar pra gente, tá? Até a próxima! ?

Foto: Pixabay

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa tarde,

    Sou jundiaiense de nascença, mas sempre morei em São Paulo, porém, sempre passava minhas férias e feriados, em Jundiaí!
    Convivi muito com meus avós tios, primos e primas!

    Passei vários carnavais, no Clube Jundiaiense, fui a bailes, festas, era uma época muito boa!

    Hoje, resido em Itu, mas de vez em quando, vou a Jundiaí visitar meus primos, a eventos culturais. Agora, está tudo parado, por causa da pandemia!

    Mas, gosto muito da minha cidade! Tem muita coisa boa, comércio bom, parques muito bonitos!

    Não acertei todas as perguntas!

    Mas, o Hino de Jundiaí eu sei e tenho a partitura para piano!

    Durante alguns anos, fomos eu e minhas irmãs almoçar no dia 25 de dezembro,Natal, na casa dos primos e era muito gostoso, porque antes da sobremesa, cantávamos várias canções, como de Natal e o Hino de Jundiaí não faltava!

    Eram dias muito gostosos! Agora, como a família aumentou muito, foram surgindo outros grupos familiares,além das pessoas estarem mais cansadas, para organizarem este tipo de evento! O tempo passa e as coisas mudam! É a vida!

    Mas, aquilo que vivemos, nestas festas, ficou guardado na nossa memória, como algo muito bom e feliz, que vivemos!

    E a vida é isto! Momentos agradáveis, que passamos com nossos entes queridos!

    Obrigada pela atenção e continuem com esta página!

    Maria Angela B. M. Pereira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui