Fernandópolis foi fundada em 22 de maio de 1939. Em 1938, Carlos Barozzi fundou a Vila Brasilândia que, inicialmente, levou seu nome. Em 1939, Joaquim Antônio Pereira ergueu um cruzeiro e construiu uma capela, onde hoje é localizada a Igreja Matriz.

Arquivo: Prefeitura Municipla de Fernandópolis

As vilas pertenciam ao imenso município de Tanabi, o maior do Estado de São Paulo na época. Visando uma derrubar a outra, logo surgiram as rivalidades entre si. Em 1943, recebem a visita do interventor federal Fernando Costa, que governou o estado de São Paulo por quatro anos (1941-1945), sugerindo aos fundadores a unificação das vilas para se tornarem um único município, sendo que em 1945 haveria uma nova distribuição territorial, mas ambas as Vilas não teriam condições em se tornar municípios separadamente. Foi assim que originou a Fernandópolis, homenageando o interventor.

Arquivo: O Estado de São Paulo

Atualmente, o município de Fernandópolis possui uma área territorial de 550 km², população de 64.696 habitantes e o seu grau de urbanização é superior a 96,94%, fato ligado ao grande desenvolvimento dos setores do comércio e serviços. O café foi, durante muitos anos, a principal fonte de renda da cidade, No presente, destaca o algodão, milho, amendoim e arroz.

Foto: Prefeitura Municipal de Fernandópolis

O lema da cidade é “Unidos pela grandeza da cidade”. Cidade das águas quentes, apelido carinhoso que recebeu por conta de suas águas naturais brotarem a 59 °C de temperatura e possuir propriedades terapêuticas, terra de muito talento, humor e acolhimento.

Arquivo: Prefeitura Municipal de Fernandópolis

Você já conhecia a origem do nome da cidade? Adoraria saber! 💜


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: [email protected].br

5/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui