A palavra amizade é geralmente definida no dicionário como sentimento de afeição, estima, ternura etc. que une uma pessoa a outra, mas como bem sabemos, a amizade não se limita aos humanos, como já dizia o ditado popular: “o cão é o melhor amigo do homem”. Laços afetivos entre nós e os animais vêm sendo cultivados há milhares de anos e, atualmente, é raro encontrar alguém que nunca teve um animal de estimação em alguma fase de sua vida. E por mais que já estejamos acostumados com a presença deles, algumas relações afetivas ainda são vistas como muito ‘improváveis’, como é o caso da amizade entre a Dani, o Zeca e a Bebel.

Daniela

Daniela Motokashi é uma paulistana que sempre foi apaixonada pelos animais, desde criança ela almejava estudar para poder ajudá-los da melhor forma possível. Entretanto, Dani que tem descendência japonesa, decidiu quando ainda jovem morar no Japão em busca de novas oportunidades. Entre idas e vindas, ela já estava há quase dez anos vivendo no exterior, mas o desejo de cursar Medicina Veterinária falou mais alto e ela voltou para o Brasil afim de realizar seu sonho.

“Não sei dizer como, mas os bichos me chamam”, comenta Daniela.

Aos 29 anos, Dani ingressou na universidade e mesmo com muita dedicação, por conta de diversas barreiras, ela precisou voltar para o Japão pausando seus estudos. Porém, um sonho tão grande não seria facilmente esquecido. Quando menos esperava, com o apoio de seu marido e família, ela pôde retornar para Fernandópolis e concluir seu ensino superior.

Formada, a veterinária decide voltar para São Paulo para poder se especializar na área que realmente a encantava, a dos Pets Não Convencionais. Sem imaginar o que o futuro reservava para ela, Dani inicia seus estudos em alguns dos melhores institutos do Brasil, o CETAC e a Universidade de São Paulo (USP) e se torna Médica Veterinária de Animais Exóticos com especialidade em Homeopatia, Alimentação Natural e muito mais.

Zeca e Bebel quando no dia em que se conheceram. Fonte: Acervo pessoal Daniela Motokashi

Após tantos cursos e muito aprendizado, Daniela volta para Fernandópolis para atuar em sua área na região e logo percebe que as aves seriam seus principais pacientes. Calopsitas, Papagaios, Corujas e até Galinhas são alguns dos clientes mais recorrentes, e com tantos atendimentos, o conhecimento da veterinária com as aves apenas aumentava.

Zeca e Bebel

Como se a vida tivesse preparado Dani para o que viria a seguir, no dia 5 de fevereiro de 2021, durante a tarde, ela encontra um filhote de Periquito-maracanã, ou como é mais conhecido de Maritaca. Seguindo todos os protocolos de segurança do animal e constatando que seus pais não estavam por perto, ela o leva para sua casa e o batiza como Zeca.

No mesmo dia, já no início da noite, um filhote de Calopsita é encaminhado para os cuidados da veterinária. Os pais da pequena ave negaram seu filhote e tentavam expulsá-la do ninho. Assim que o filhote machucado chegou até Dani, ela resolve colocá-lo junto ao Zeca, porém, o risco da Maritaca atacar a pequena Calopsita era grande, mas para sua surpresa Zeca literalmente abraçou sua nova ‘irmãzinha’, a Bebel.

Os ‘irmãos’ se desenvolvendo/ Os três amigos juntos. Fonte: Acervo pessoal Daniela Motokashi

As duas aves se reabilitaram juntas e a medida que cresciam, pareciam gostar cada vez mais da companhia um do outro. Durante o tempo em que ficaram com a veterinária, outras aves também passaram por lá, como a Gigi, outra Maritaca e os três irmãos de Bebel. Assim, após todos os cuidados para Zeca não se ‘apegar’ demais a elas, Dani percebe que já é hora da ave voltar para a natureza.

Zeca alcança voo, o coração de Dani é partido e ela acredita nunca mais ver a Maritaca. Mas como ato de agradecimento por todos os cuidados, uma semana depois, a veterinária ouve ‘gritos’ de uma ave em frente a sua casa e Zeca estava de volta. O pássaro, a princípio, não se aproximou quando Dani o chamou, mas ao mostrar Bebel para ele, Zeca rapidamente se juntou a elas. Se reunia mais uma vez a família improvável.

Atualmente, Zeca possui uma namorada, a Nora, outra Maritaca de vida livre. O casal visita Daniela e Bebel quase todos os dias, para receberem afeto e algumas frutinhas.

Daniela conta que mais que amigos, hoje os três são como uma família e que seu maior propósito como Médica Veterinária é “ser porta voz das aves”.

Você pode acompanhar a rotina desta família pelas redes sociais! O Instagram da veterinária é @danimotokahi.vet ou pelo perfil dos pássaros @zeca_e_bebel


Linda história de como o amor pode unir seres tão diferentes! Você já conhecia esta família de Fernandópolis?


Quer ficar por dentro de tudo o que acontece em Fernandópolis?
Como eventos, vagas de empego e boas notícias da cidade ?
Então baixe nosso aplicativo e não perca nenhuma novidade!

Para baixar para Android clique aqui
Para baixar para IOS  clique aqui


Gostou deste conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Fernandópolis e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

5/5 - (4 votes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui