Encarar o tratamento do câncer não é uma tarefa fácil. São diversos os desafios, que envolvem principalmente a saúde da pessoa; mas não somente: muitas vezes, as sessões de quimioterapia também afetam a aparência e a autoestima de quem busca a superação.

Foi pensando nisso que uma esteticista de Bauru decidiu utilizar o seu trabalho para fazer o bem. Amanda Ferreira começou a trabalhar com sobrancelhas depois de encarar o desemprego. “Resolvi fazer um curso na área da estética e abrir meu próprio negócio. Isso mudou muita coisa em minha vida e de alguma forma eu queria que essa empresa tivesse a possibilidade de mudar a vida de outras pessoas também”, explica.

Amanda deu início então a uma campanha chamada “Não me limite, pois eu quero ir além”. O objetivo? Recuperar a autoestima e o bem-estar de pessoas que haviam perdido suas sobrancelhas durante o tratamento do câncer.

+ Advogada bauruense imprime currículos para pessoas desempregadas

Tudo começou quando a esteticista recebeu uma mensagem de uma cliente contando sobre a mãe, que se sentia deprimida devido aos efeitos colaterais da quimioterapia. Desde então, ela já atendeu mais de 20 pessoas de forma inteiramente gratuita!

Cartaz de divulgação da campanha promovida pela esteticista. (Foto: Arquivo Pessoal)
Cartaz de divulgação da campanha promovida pela esteticista. (Foto: Arquivo Pessoal)

Tratamento para as sobrancelhas

Através do projeto, a esteticista oferece uma transformação completa das sobrancelhas. Além do design, também é realizada uma pigmentação temporária para cobrir falhas e pelos brancos e um tratamento de recuperação dos folículos pilosos para resgatar os pelos que foram perdidos em decorrência das sessões de quimioterapia.

Se você deseja participar do projeto ou conhece alguém que se encaixa no perfil de atendimento e gostaria de indicá-lo para o tratamento, você pode entrar em contato com a Amanda e contar a história pelo Facebook ou pelo telefone (14) 99716-9157. O endereço do Studio Amanda Ferreira Sobrancelhas é Alameda João XXIII 3-25 (SALA 3).


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Bauru e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui