Procurar um novo emprego pode ser uma coisa assustadora. Seja por ser o primeiro ou por não passar por isso já há algum tempo, a insegurança e falta de prática podem te atrapalhar muito nesse momento. 

Procure manter a calma, ficar apavorado pode pôr tudo a perder! Nós trouxemos algumas dicas que podem te ajudar em uma das primeiras fases desse processo: a montagem do currículo.

Preste bastante atenção nas regrinhas que, mesmo básicas, podem parecer um bicho de sete cabeças. Mas nós juramos que não são.

– Seja claro e objetivo

Quando vamos elaborar nosso currículo, queremos contar toda nossa vida ali. Mas nem sempre é interessante colocar tudo no papel. 

É importante que haja um filtro para essas informações e que elas sejam direcionadas para a vaga pretendida. O ideal é que não fiquem sobrando e nem faltando dados.

Também é interessante que você inclua suas experiências e cursos mais recentes em primeiro lugar e siga a ordem cronológica, do fato mais recente para o mais antigo. Desse jeito quem fizer a leitura do seu currículo vai entender mais rápido a sequência de acontecimentos em sua vida.

A simplicidade é o melhor caminho para não parecer que você está enrolando. Assim, o recrutador entenderá com mais facilidade seu perfil e se ele se encaixa na vaga.

via GIPHY

– Não minta informações

Junto àqueles que sentem que tem muito para contar, existem os que sentem que não têm nada. E, para esconder ou contornar isso, acabam mentindo informações no currículo. 

Dessa forma, incluem cursos que não fizeram, línguas que não falam e experiências pelas quais não passaram. Não faça isso!

Imagina você chegar para trabalhar e, logo no seu primeiro dia, alguém decide testar seus conhecimentos. Seria constrangedor, não?

Seja sincero, conte suas experiências e fique tranquilo, a empresa vai valorizar isso!

via GIPHY

– Cuidado com erros de português!

Erros de escrita durante a elaboração do seu currículo fazem com que você perca a credibilidade. Erros graves podem fazer você ser excluído de um processo! 

As empresas procuram pessoas que consigam transmitir ideias com a linguagem correta. Por isso, é preciso muita atenção para a forma que você escreve. 

Invista um tempinho a mais na revisão do seu conteúdo. Se alguma dúvida aparecer, procure em um dicionário online a maneira correta ou peça a ajuda de alguém caso ainda esteja inseguro.

via GIPHY

– Use um currículo específico para cada vaga pretendida

Um currículo genérico não é a melhor opção para todas as vagas. 

O recrutador pode reconhecer isso e entender como um desleixo. Ou mesmo as informações que você tenha passado ali não serem as mais precisas para a vaga – como dissemos no item 1 da lista.

Para cada vaga que você se candidatar é interessante pensar: quais são suas habilidades, experiências e qualidades? Como elas podem agregar para a atividade na empresa? 

Pense nisso, dessa forma, você descarta o que não tem relação com a vaga e elabora um currículo mais assertivo!

DICÃO EXTRA:

Já dissemos lá em cima, mas não custa relembrar: tente manter a calma. A gente sabe que é difícil, mas não impossível. Ser paciente vai te ajudar a pensar melhor enquanto estiver passando por esse processo. Pode ser trabalhoso, mas vai dar tudo certo.

Respira fundo e vamos lá!

via GIPHY


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui