O Dia Internacional do Enfermeiro, comemorado em 12 de maio, presta uma homenagem a esses profissionais que viram noites em claro exercendo a “Arte de Cuidar”, com o intuito de salvar vidas de pacientes enfermos.

Em meio a tanto caos causado pela pandemia do Coronavírus, a equipe de enfermagem, bem como os demais funcionários de hospitais, pronto atendimentos e unidades básicas de saúde, não tiveram folga. Portanto, para aliviar um pouco o momento, aqui está nossos agradecimentos a esses profissionais que deixaram seus familiares em casa e não mediram esforços para lutar contra a doença.

Hospital Regional do Câncer

Graduada pela Unoeste há 15 anos, a enfermeira do HRCPP, Renata Barreto Lopes, se interessou pela vocação na área da saúde ainda na adolescência, ao trabalhar em um laboratório. Após obter o diploma, foi convidada a conhecer o projeto Xingu, que era administrado pela Unifesp, onde ficou por um ano trabalhando na prevenção e assistência à saúde indígena em áreas isoladas.

Enfermeiras relatam os desafios da profissão que ajuda a salvar vidas durante a pandemia
Renata trabalha há seis anos no HRCPP. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Quando voltei para Prudente e fui trabalhar na oncologia, especificamente na quimioterapia, me apaixonei pelos cuidados nessa área, e fui mais uma vez buscar aperfeiçoamento em uma pós. Em 2014, fui convidada para fazer parte da equipe do HRCPP, ao qual sou muito grata pela oportunidade. No ano seguinte, com a inauguração da radioterapia deste mesmo hospital, passei a ser enfermeira do setor, onde estou até hoje”, comenta.

Apesar do Hospital do Câncer não ser uma referência para a Covid-19, Renata afirma que a unidade adotou algumas mudanças, de acordo com as necessidades de cada setor. Por se tratar de um hospital oncológico e prestar serviços essenciais, os atendimentos não foram interrompidos, no entanto, houve uma série de adequações.

“Fomos orientados a intervalar as consultas, diminuir o número de acompanhantes, realizar triagem, orientar pacientes e acompanhantes sobre cuidados, higiene, importância da prevenção e uso de máscaras.  O uso de equipamento de proteção individual (EPI) é durante todo o período da jornada de trabalho, com intensificação de higienização das mãos e uso de álcool gel”, relata.

Trabalhar no ambiente hospitalar durante uma pandemia se tornou um desafio para Renata, que precisou tomar os devidos cuidados em relação a família que permanecia em casa.

No entanto, mesmo com o atual cenário da saúde, nunca sequer passou pela cabeça da enfermeira em desistir da profissão, pois segundo ela, não há nada mais gratificante que receber um obrigado de um ex paciente.

“A minha mensagem aos meus colegas de profissão, é que nunca se esqueçam que a enfermagem é a arte de cuidar incondicionalmente de alguém que você nunca viu na vida, mas mesmo assim, precisa ajudar e fazer o melhor por ela. Isso se faz por amor e com amor, seja na rotina do seu setor, ou em uma pandemia mundial como estamos passando. Se cuidem, protejam seus pacientes e sigam firme no propósito que escolhemos!”, ressalta.

Hospital Regional

Enfermeiras relatam os desafios da profissão que ajuda a salvar vidas durante a pandemia
A mãe de Fernanda foi técnica em enfermagem por 30 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Fernanda Bordinasso cresceu vendo a mãe, técnica de enfermagem, sempre pronta para cuidar e ajudar a todos, fato que a inspirou em seguir carreira na área da saúde.

Há dez anos, atua como enfermeira do Hospital Regional de Presidente Prudente. Atualmente, Fernanda coordena os setores de UTI Coronária e UTI Especializada II, que desde abril, se tornou referência no atendimento em Covid-19.

“Foram necessárias algumas horas extras para montar a estrutura correta, estudar a doença, realizar fluxos e treinamentos com a equipe multidisciplinar, além de montar os equipamentos necessários para nossa segurança. Tudo que é novo gera medo e ansiedade. A rotina mudou completamente”, conta.

Com a chegada da pandemia, Fernanda reforçou os hábitos de higienização em casa, como tirar os sapatos na calçada, levar a roupa direto para a lavanderia, higienizar o carro e banhos apenas no banheiro de fora, a fim de não contrair o vírus e, muito menos, repassá-lo a sua família.

Enfermeiras relatam os desafios da profissão que ajuda a salvar vidas durante a pandemia
(Foto: Arquivo Pessoal)

No entanto, a enfermeira só consegue sentir orgulho de sua profissão e, destaca a coragem como a maior qualidade desses profissionais.

“Podemos estar com o coração em pedaços, mas externamente estamos fortes para enfrentar grandes desafios. Devemos manter a fé, união e equilíbrio em todas as situações. Sei que não somos valorizados mundialmente, mas devemos fazer a diferença, cumprindo o juramento, fazer sempre a mais, com dedicação, conhecimento, humanização, amor e cuidar como se fosse alguém da nossa família”, diz.

Surpresa no Pronto Atendimento

Muitos estabelecimentos da cidade como restaurantes, lanchonetes e pizzarias vêm se conscientizando com a luta dos profissionais da saúde durante essa pandemia, com isso, resolveram entregar algumas comidinhas em forma de agradecimento aos serviços prestados em nossa comunidade.

A unidade escolhida da vez para receber os saborosos lanches do Santo Fogo, no último domingo (10) e segunda-feira (11), foi o Pronto Atendimento da COHAB.

Segundo o publicitário, Rafael Ladwing, que trabalha na Oxigenweb Agência, e que presta serviços ao restaurante, essa foi uma das demais ações que planejam continuar realizando, como forma de agradecer, homenagear e reconhecer todos os profissionais da saúde.

“Quando a diretoria do Santo Fogo disse que queria realizar uma ação de solidariedade devido à situação do Covid-19, imediatamente pensei na área da saúde. Estes profissionais estão na ‘linha de frente’ ao combate e ao tratamento, nada mais justos que receberem uma homenagem. Escolhemos a unidade da COHAB por conhecermos os serviços prestados e a importância do pronto atendimento para toda a cidade”, finaliza.

Fica aqui nossa imensa gratidão a todo trabalho prestado por enfermeiros e demais funcionários, que estão dando todo suporte e assistência aos afetados por essa pandemia. Juntos iremos sair dessa!


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui