Celebrado todos os anos no dia 13 de maio, é indiscutível que o automóvel seja uma das paixões do brasileiro. E, para muitos, a admiração por carros antigos é quase uma religião! Se assim fosse, este lugar aqui seria o seu templo aqui na cidade: apresentamos agora um pouco da história e das atividades do Clube do Carro Antigo de Jundiaí!

O atual presidente, Dimas, que também é apaixonado por carros, nos contou que é presidente há 3 anos e seu mandato acaba neste ano de 2020. Antes disso, ele já era sócio do clube desde 2005, e conta que acabou se tornando presidente meio que ao acaso, e foi assim que se se apaixonou ainda pelo clube.

Mostrando a história

O CCAJ começou com 21 amigos que tinham carros antigos, eles se reuniam de domingo debaixo do viaduto da Nove de Julho, até o dia que decidiram fundar um clube, isso em agosto de 1982. O objetivo era manter o acervo histórico regional sobre rodas e também compartilhar conhecimento sobre autos antigos. No mesmo ano, ocorreu o primeiro encontro do clube, no Parque da Uva, então começaram a se tornar um clube reconhecido pela cidade e um dos mais antigos do Brasil.

O clube é voltado para o colecionador de carro antigo e a preservação da história do automóvel. “Além dessa preservação nós orientamos o pessoal para os procedimentos de como deixar o carro original e poder usar a placa preta, benefício dado para aqueles que preservam o carro da maneira como era quando saiu de fábrica. Uma pessoa sozinha não tem uma coleção de carros, mas como sócio do clube, juntando com o carro de todos, se tornam colecionadores e são reconhecidos pela federação”, explica Dimas.

Fazendo história

Em novo local desde outubro de 2019, na esquina da Rua São Bento com a União dos Ferroviários, o Clube já teve alguns outros endereços. O espaço anterior, por exemplo, ainda na União dos Ferroviários, na altura do viaduto da Duratex, próximo ao Complexo Argos, foi cedido pela Prefeitura em 2003.

E, apesar do nome, o clube recebe todos os tipos de veículos, motos, caminhões, ônibus, etc. O evento acontece todo 2º domingo do mês na sede do clube, e também é realizado um encontro anual no Parque da Uva. “Já reunimos lá mais de 1000 carros de todos modelos e arrecadamos cerca de 3 toneladas de alimentos destinados a 10 instituições da cidade.” Dimas conta que o Clube sempre se envolve com causas sociais, e muito do dinheiro arrecadado nos eventos e festas são revertidos para entidades da região.

Eventos

Os eventos são gratuitos e contam com exposição de carros, venda de peças antigas, miniaturas, artesanato, churrasco, bebidas e também tem um espaço para a criançada. A cada mês é feito uma homenagem a uma marca ou estilo de veículo. Para ser considerado um carro antigo e participar como expositor o veículo tem que ter mais de 30 anos ou ser de edição limitada.

E você sabia que para ser um sócio não é obrigatório ter um carro antigo? Pois é! O clube sobrevive, além de parte da arrecadação dos eventos, justamente do voluntariado dos sócios, que pagam uma anuidade para manter o clube com os custos de manutenção e funcionários.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui