Michael Jackson é sem dúvidas uma das maiores expressões da música pop em todos os tempos. O talento do artista alegra gerações. É inspirado no talentoso Pop que Claudinei ganha as ruas da cidade. Chique Jackson é o nome dado ao cover do astro americano. O Linense Claudinei se apresenta em diversas cidades da região e possui outras atividades profissionais que exigem coragem e criatividade.

Assista este vídeo que produzimos sobre o artista linense:

O artista

Fora das apresentações, Claudinei é pacato, religioso e ligado a família.

Poty, como é mais conhecido, desenvolve diversas atividades profissionais. Apesar de moto-taxista a muito anos, tem na arte de animar pessoas o seu maior trunfo.

Ele é um profissional da alegria. Aos 42 anos, casado com Adriana, é sucesso em diversas cidades da região, graças as interpretações que realiza de personagens conhecidos das pessoas.

O inicio

São muitas as suas performances. Sua primeira atuação foi o palhaço Pipoca. Parece ter sido um acaso. Filho de família festiva, o convocaram para se vestir de palhaço a fim de animar as festas familiares; era o mais brincalhão da família e por isso acharam que ele seria a pessoa ideal para animar a todos, disse Claudinei.

Se a intenção era atingir apenas as festas familiares, equivocou-se. Logo estava apresentando-se em lojas da cidade. Com o sucesso e confiança, Claudinei incorporou novos personagens a lista de possibilidades.

Palhaço Chuchu foi um outro grande êxito, personagem este herdado de um amigo professor de teatro Wladimir Santos de Goiânia, a quem ele demonstra profunda admiração.

Chique Jackson

Sempre gostou das músicas do Michael Jackson quando garoto. Sentia-se a vontade ao dançar seus sucessos. Não demorava muito pra nascer o cover do Rei do Pop. A maquiagem aproxima seu rosto ao astro americano e as roupas características o fazem ser identificado de longe.

Acervo pessoal

Claudinei tem gingado bom; sincronia arrojada e coragem para se expressar fluentemente. Ele não sabe o que é timidez.

Acervo pessoal

O Salto na carreira

Foi em uma de suas apresentações, que um funcionário das lojas Baú da Felicidade, extinta marca do grupo Silvio Santos, entusiasmado pelo que via, o apresentou a liderança.

Claudinei com Luiz Ricardo, apresentador do SBT

Contratado em carteira, ele passa a fazer apresentações em diversas cidades nos estados do Paraná e São Paulo. Foram quase 300 viagens apresentando os personagens.

Com o fechamento das lojas do Baú da Felicidade, decidiu então trabalhar por conta própria. Agregou as suas atividades o oficio de moto-taxista; sempre que há vagas na agenda artística, as rotas urbanas o esperam.

Os desafios da profissão artística

Suas barreiras parecem serem as mesmas da maioria das profissões. A desvalorização do serviço que oferece por parte dos possíveis contratantes o preocupa. O trabalho é árduo e criativo e sente o desejo de ser mais reconhecido por isso.

Mas ele é confiante e julga importante estar presente nas redes sociais e a forte presença nelas o ajudam a continuar avançando.

Ele ainda faz locução em lojas de varejo e tem até mesmo contrato para apresentar-se de Papai Noel.

Veja também a história do músico Giovani Brasil que está vencendo barreiras e vivendo da arte:

O músico de Lins que superou barreiras e hoje inspira pessoas em todo interior paulista


Você já viu Claudinei, o Michael Jackson linense dançando em algum lugar? Gosta de suas apresentações? Conte pra gente nos comentários.

FacebookSolutudo Lins Instagram@solutudolins

3.5/5 - (2 votes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui