O cineasta e professor jauense Ricardo Rodrigues, 63 anos, lançou em novembro seu novo curta-metragem e está ganhando visibilidade internacional na internet. Conheça tudo sobre o seu mais recente trabalho, “O Catador de Cachorro Morto”, feito em Stop Motion. 🎬

Foto: Aline Rodrigues

O Cineasta Jauense

Ricardo Rodrigues coordena a produtora de cinema “Bela Balela” criada em 2019. Seu novo curta-metragem é a segunda produção do projeto “Como Fazer Cinema II” feita em 2021. O intuito do projeto é divulgar, incentivar e valorizar o cinema brasileiro e as animações em stop motion, formato pouco comum no Brasil.

Foto: Aline Rodrigues

O que é Stop Motion?

O curta “O Catador de Cachorro Morto” é feito com esse formato de animação que consiste na captação de imagem quadro-a-quadro utilizando bonecos, normalmente feitos de madeira ou massinha. Alguns filmes famosos que utilizam essa técnica são “A Fuga Das Galinhas”, “O Estranho Mundo de Jack” e “A Noiva Cadáver”. Esse modo de animação costuma ser bem complexo, longo e requer grande dedicação.

“Foi uma produção independente e pioneira. É raríssimo vermos projetos audiovisuais em animação (ainda mais em Stop Motion), nacionais. Ver o resultado, com tanta escassez de mão de obra especializada e com tão poucos recursos em nossa região, nos mostra que mesmo diante de todas as circunstâncias, sim, é possível criar um produto artístico de qualidade se tratando de animação no Brasil.”

O Filme

O curta-metragem de 21 minutos, “O Cator de Cachorro Morto” conta a história de Fumaça, um mendigo que mora em um universo dividido por um muro e é perseguido por um grupo de assassinos.

Cena do curta “O Catador de Cachorro Morto”

Reconhecimento Internacional

Ricardo já produziu 20 filmes e 12 peças de teatro e se destaca com projetos culturais com crianças e adolescentes carentes. Ele já venceu o prêmio “Mapa Cultural Paulista” com o curta “Os Engraxates”. Com seu novo curta está recebendo atenção internacional no youtube com views vindo de vários países.

Foto: Aline Rodrigues

Para assistir ao curta acesse: O Catador de Cachorro Morto


Muito sucesso ao jauense Ricardo Rodrigues, que ele continue levando o cinema nacional a todos os cantos do mundo.







5/5 - (2 votes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui