Ali no finalzinho da rua mais movimentada de Botucatu, a Amando de Barros, você encontra uma portinha, que mais parece um portal mágico. Com uma infinidade de livros novos e usados, CDs e discos de vinil, o Sebo e Livraria Santo Antônio tem mais de sessenta anos de existência no mesmo endereço.

O sebo fica localizado na Rua Amando de Barros, 342 – Centro (Próximo a padaria Pessim)
Foto: Bianca Camargo

De geração em geração

Tudo começou em 1956, quando Vicente Ribeiro de Oliveira criou um espaço com um grupo de amigos para discutir ideias e livros, o prédio era a Telesp, empresa em que Vicente trabalhava. Começou a trazer livros de São Paulo para cá, dando início a Livraria Santo Antônio.

Vicente Ribeiro de Oliveira era o distribuidor oficial da Livraria e Editora Saraiva em Botucatu.
Foto: Bianca Camargo

Sérgio Sasso de Oliveira, começou a ajudar seu pai aos 12 anos de idade e permaneceu até passar a responsabilidade ao filho, Sérgio Sasso de Oliveira Júnior que cuida do estabelecimento desde os 18 anos. A livraria é hoje o estabelecimento mais antigo da cidade, ocupando o mesmo ponto comercial.

As dores e as delícias de ser um livreiro

Na última década especulamos muito sobre o futuro dos livros. Algumas teorias decretavam o fim do formato em papel. Mas, após alguns anos, eles se mostraram resistentes a era digital.

Graças a terceira geração que comanda o sebo, a era digital não atrapalha o consumo, na verdade ajuda nas vendas online, Sérgio Júnior disse que consegue conciliar o espaço físico com as vendas através de sites e conta que já enviou livros para muitos lugares do mundo como França, Holanda e Estados Unidos.

Sérgio Sasso de Oliveira é a terceira geração a cuidar do negócio, orgulhoso e admirado com a história da sua família.
Foto: Bianca Camargo

“Comecei uma faculdade aos 18 anos, mas escolhi trancar a matrícula, para dar continuidade no trabalho da minha família. Nunca foi obrigação trabalhar no sebo, é algo que eu tenho prazer. Me lembro que quando eu tinha 6 anos, eu vendia meus gibis para os vizinhos no portão da minha casa.”

O lugar já teve momentos muito especiais. Em maio de 1960, ocorreu uma noite de autógrafo com o escritor Malba Tahan, autor do livro “O Homem que Calculava”, um clássico brasileiro, traduzido para o inglês e espanhol. Além dos lançamentos dos livros de Hernani Donato e Francisco Marins.
Foto: Bianca Camargo
O acervo conta com mais de 25 mil volumes. Há também um sistema de troca, o livro anteriormente vendido retorna pela metade do preço.
Foto: Bianca Camargo

O Sebo e Livraria Santo Antônio é a prova de que quando há amor e propósito no trabalho, não há tempo, nem circunstância que atrapalha o sucesso.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Botucatu e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns pela matéria de reconhecimento pela contribuição na história de Botucatu e sensibilidade na redação do texto. Sou neta de Sr Vicente, filha de Sérgio e irmã do Sérgio e tenho muito orgulho do caminho trilhado por eles por tantos anos e que engrandecem a cultura da cidade!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui