Esse conteúdo é um oferecimento Univem Botucatu, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Botucatu.

Você já dever ter passado por escolas que marcaram muito a sua vida. Esse é o caso do botucatuense Mário Engela, que aos 32 anos se tornou Diretor da escola em que ele estudou no ensino médio.

Inspirado em fazer acontecer, Mário, que há um mês, assumiu a diretoria da Escola Estadual José Pedretti Netto, já está realizando mudanças significativas no colégio.

Após passar quase um ano parada, por conta da pandemia, a escola, localizada na Vila Maria, precisava de uma reforma e uma boa limpeza. O Diretor, que já ganhou prêmios de desempenho em outras escolas da nossa região, colocou a mão na massa e com a ajuda dos funcionários, está melhorando as condições do local.

“Essa escola faz parte da minha vida. Eu nasci nesse bairro, esses jovens que estudam aqui são filhos dos meus vizinhos, das pessoas humildes que eu conheço, gente que eu sempre convivi e que merecem o melhor.” Afirma Mário.

Aos 32 anos Mario Engela é o diretor mais jovem de Botucatu
Foto: Bianca Camargo
Pode ser uma imagem de área interna

Colocar novas lâmpadas, pintar as paredes, tirar o mofo, remover o entulho, trocar equipamentos, enfim, são muitas tarefas a se realizar antes dos alunos voltarem, mas para o novo diretor, nada disso é impedimento: desde o dia que assumiu, Mário não parou de trabalhar com sua equipe para reconstruir a escola e receber os alunos da melhor forma possível.

Educação = Esperança de um futuro melhor

É perceptível o amor de Mário pela profissão, ele fala com muito carinho sobre os alunos. A trajetória da sua profissão começou após Mário se graduar em história e concluir seu mestrado na Unesp de Bauru. Ele contou que sempre soube que queria ser engajado na área da educação, depois de trabalhar alguns anos como professor, ele passou em um concurso para ser diretor de escola.

A primeira experiência do professor como diretor foi aos 29 anos. Na época, Mário foi eleito o diretor mais jovem do Estado de São Paulo, e atuou em uma escola de Torre de Pedra, uma pequena cidade da nossa região, com pouco mais de 2 mil habitantes. Graças ao diretor, a escola de Torre de Pedra alcançou índices altíssimos de ensino.

O reconhecimento fez com que Mário recebesse um convite para um grande desafio em 2021: estar a frente da escola Pedretti, implantando a 2ª escola em tempo integral de Botucatu e ele garante que já começou com o pé direito!

“Educação é a base de tudo, sem ela não vamos a lugar nenhum.”


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br.


Esse conteúdo é um oferecimento Univem Botucatu, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Botucatu.

3 COMENTÁRIOS

  1. Fui aluno da primeira turma desta escola, quando ainda usava o prédio do Martinho Nogueira e minha esposa foi professora de português, Valcinéia. Ficamos emocionados com a sua iniciativa Mário, ela por ter sido sua professora e eu por saber que a escola que estudei está sendo tão bem cuidada.
    Parabéns Mário, a educação e país estão carentes de pessoas como você, torcemos por suas realizações, sucesso.

  2. Eu estudei no Pedretti ,minha filha meu sobrinho ,fico feliz em saber que alguém que ame tanto a profissão quanto a nossa querida escola Pedretti ,esteja a frente assumindo . Precisamos muito resgatar o ensino neste país 👏👏👏👏

  3. Fiquei emocionado com sua história de dedicação pela Educação. Eu estudei no Pedreti sou morador da região e confesso que tinha algum receio de matrícular meus filhos aí mais agora fiquei animado sabendo que ela está em boas mãos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui