Esse conteúdo é um oferecimento da Univem Botucatu, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Botucatu.

“Se fosse para começar hoje, escolheria novamente a Educação!”

Filha de Carlos Carnieto e Ana Pilan Carnieto, Hermínia Aparecida Carnieto Tozadore, nasceu em Botucatu. Do alto de seus 53 anos, construiu uma carreira notável, conquistou o respeito e admiração de quem participou ou conheceu a trajetória. Fez muito pela educação pública de nossa cidade.

Nascida em 13/08/67, mudou-se para Osasco ainda criança, lá morou por 20 anos onde cursou do primário ao magistério na rede pública. Quando criança, Hermínia já sabia que viveria para a docência. Passava horas brincando com caderno, giz e lousa. Formou-se professora em 1986.

“Ainda neste ano comecei a lecionar em um projeto piloto da Prefeitura Municipal de Osasco, trabalhando por três anos.”

Em 1989, já casada com Marcos Aparecido Tozadore, ela voltou a Botucatu e prestou o primeiro concurso municipal da cidade e começou a atuar na EMEFEI de César Neto.

“Eu morava em Vitoriana, pegava ônibus na Rodoviária de Botucatu às 6h30 da manhã e para retornar pedia carona com mais 2 amigas na Rodovia Marechal Rondon, pois a aula acabava as 11h30 e o ônibus voltava apenas às 17h”

Os desafios não pararam por aí, durante todos esses anos de atuação, Hermínia se deparou inúmeras vezes com a falta de estrutura e de atenção devida para com a categoria, além de lecionar em diversas classes multisseriadas ela muitas vezes era responsável por exercer outras funções nas escolas.

“Quando trabalhei na EMEF Belvedere, a escola consistia em uma sala com paredes de madeira com 4 turmas do 1º ao 4º ano dividindo o mesmo espaço, passava atividades na lousa e em paralelo fazia a merenda mexendo a sopa semipronta, lavava a louça e depois voltava corrigindo os exercícios. No final do dia os alunos e eu limpávamos a sala.”

Em 1990 trabalhou na EMEF da Estância Rio Bonito com 3 turmas, que também dividiam o mesmo espaço. Mas no ano de 1991, foi transferida para o CEI de Vitoriana, onde passou a lecionar para a educação infantil por 12 anos, tempo em que residiu no distrito e teve seus 3 filhos: Daniel, Juliana e Michele que também atuam na área da educação.

Mesmo atuante, Hermínia nunca parou de se aperfeiçoar e buscar ampliar sua formação, o que lhe rendeu experiências em cargos e áreas distintas na educação.

Foram 23 anos dedicados à sala de aula com um olhar voltado para o contato direto com as crianças, vivências, suas conquistas e dificuldades pedagógicas, conhecendo as realidades da Comunidade escolar. Depois, os 10 anos de Secretaria Municipal, um novo horizonte, podendo observar e trabalhar com o macro sistema, compreendendo a educação de uma forma mais ampla.

Em 2003 concluiu o curso de Pedagogia, na UNIFAC. Veio para Botucatu, onde atuou no CEI Santo Calori e, em seguida, na EMEI da Boa Vista. Foi designada em função gratificada como Assistente Técnica na Secretaria Municipal de Educação e, em 2013, passou a exercer o cargo de Supervisora Escolar. No mesmo ano, assumiu a coordenação e fiscalização dos Convênios da Educação com o Terceiro Setor/Organizações Sociais. De 2013 a 2015 foi formadora do PNAIC – Pacto Nacional pela Alfabetização da Idade Certa, mesmo período em que concluiu a pós-graduação em gestão Escolar.

“A Educação em nosso país é um grande desafio. Os professores são verdadeiros heróis na profissão. No começo não foi diferente, dificuldades em locomoção, as primeiras escolas sem estrutura física adequadas, merenda simples, ausência de tecnologia, entre outros.”

Apesar dos desafios, Hermínia conta que durante o período em que atuou na educação, vivenciou notável progresso da rede municipal como a construção de inúmeras escolas, formação permanente para professores e funcionários, merenda escolar de alta qualidade; transporte escolar acessível em uma grande extensão territorial no Município, investimento em tecnologias digitais em sala de aula, contratação de equipe de profissionais especializados para cada Unidade Escolar.

Hermínia se aposentou em 04 de Novembro de 2019 e, no dia 18 do mesmo mês, recebeu da Câmara Municipal, a “Moção de Congratulações” pela conquista da aposentadoria fruto da trajetória profissional trilhada.

Hermínia é daqueles mulheres fortes que sabe o que fala e vive o que acredita. É otimista e de muita fé! Quando questionada sobre o que aconselharia à nova geração de professores em formação é perceptível o amor e relação de pertencimento com a causa.

“Acredito no princípio de que a Educação é a base de toda e qualquer outra profissão, portanto, se encontro alguém que tenha o sonho de ser educador dou todo o meu apoio e incentivo, pois precisamos de pessoas corajosas e criativas, estudantes estimulados a buscarem seus sonhos, cientistas com formação de pensamento crítico e cidadãos comprometidos com um país melhor e mais justo. Foram essas ideias que procurei compartilhar com meus filhos e com todos os alunos com quem trabalhei.”

Seus 33 anos na profissão foram percorridos com amor e dedicação à arte da Educação, 30 deles aqui em Botucatu. Ao todo, lecionou para 23 turmas, para um total de aproximadamente 700 alunos.

“Os ensinei, mas muito mais fui aprendiz deles, que me tornaram a profissional que sou hoje: uma educadora apaixonada pela educação e por todas as transformações que nascem dela. E se fosse para eu começar hoje, escolheria novamente a Educação!”


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


Esse conteúdo é um oferecimento da Univem Botucatu, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Botucatu.

2 COMENTÁRIOS

  1. E eu tive o prazer d e trabalhar com ela. Por quase 10 anos, a quem eu chamava carinhosamente de “patroona” pessoa de grande humildade, não fugia de suas raízes e a fé inabalável,,,, parabéns “PATROONA” ,, suas vitórias são certas, pois é merecedora,,,, mas q Deus
    continue a abençoando muito

  2. É uma profissional excelente e um ser humano excepcional. Aprendo todos os dias com ela.
    É um prazer viver ao lado de alguém com tanto amor ao que faz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui