Este conteúdo é o oferecimento Univem Garça, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias em Garça.

Há 17 temporadas o futebol profissional garcense deixou de existir. Ensaiou um retorno recentemente, porém, as dificuldades financeiras somadas à falta de credibilidade de mais um empresário – ou aventureiro – acabaram por enterrar outra tentativa.

Cansado destas frustrações, o torcedor mais apaixonado se apega ao passado glorioso do `Azulão Mais Querido de Todo o Centro Oeste Paulista´.

Os mais saudosistas não se esquecem dos anos 50, quando Garça chegou a ter duas equipes filiadas junto à Federação Paulista: o Bandeirantes e o GEC, o antecessor do GFC.

GFC

Aliás, nossa coluna destaca um célebre confronto do GEC, que no dia 29 de junho de 1956, recebeu o então bicampeão paulista, o Santos FC, que ainda não contava com Pelé, que só conheceria a vila mais famosa do mundo um ano depois.

O confronto foi épico, com o Peixe vindo com uma invencibilidade de 14 jogos e sendo o time mais famoso do país. O extinto campo de vila Willians, que ficava em frente ao Hospital São Lucas, recebeu um público sensacional, que proporcionou uma renda de CR$ 180 mil.

O alvinegro praiano não contava com titulares bem famosos: Formiga – técnico campeão paulista em 1978 com os inesquecíveis `Meninos da Vila´ -, além de Pepe, o segundo maior artilheiro da história do Santos, ambos servindo a seleção brasileira. Jair da Rosa Pinto, então o craque do time, também esteve ausente.

Em jornada iluminada, o GEC venceu por 2 x 0, com gols de Evaldo e Cecy, ambos no 1º tempo, para delírio dos fanáticos torcedores que puderam acompanhar o confronto no estádio e também pela Rádio Clube de Garça.

O resultado positivo tornou-se ainda mais memorável após o Santos, dois dias depois, superar nada mais, nada menos, o poderoso Real Madri da Espanha, 2 x 0, em pleno Urbano Caldeira. O fato não deixou margem de dúvidas sobre a histórica partida que apontou o Garça EC como o grande vencedor.

Bons tempos aqueles!

FICHA TÉCNICA
Jogo: GEC 2 x 0 Santos FC
Data: 29/06/1956
Local: Campo de vila Willians, em Garça
Árbitro: Antonio Assunção Pereira (FPF)
Marcadores: Evaldo aos 6′ e Cecy, aos 22′ do 1º tempo.

EQUIPES:

GARÇA: Velasco; Agamenon e Charret; Altamiro, Mauri e Doleite; Liquinho (Irineu Palmeira), Zigomar, Haroldo, Cecy e Evaldo.

SANTOS: 
Manga (Barbosinha); Hélvio (Wilson) e Ivan (Feijó); Ramiro (Valdir), Fiote e Zito (Cássio); Alfredinho (Zinho), Carlinhos, Pagão, Vasconcelos e Dorval. 


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br.


Este conteúdo é o oferecimento Univem Garça, instituição referência em educação e que apoia as boas notícias em Garça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui