Muitos dizem que dormir é a melhor coisa da vida, mas já parou pra pensar por que esse processo existe? E enquanto aos sonhos, o que realmente eles são?

A psiquiatra Gilmara Peixoto Rister, esclarece essas e demais dúvidas para que além de entender como nosso próprio organismo funciona, também melhore sua qualidade de sono, colocando em prática algumas dessas dicas.

Solutudo: Por que as pessoas dormem?

Psiquiatra: Existem estruturas no cérebro responsáveis por proporcionar o equilíbrio entre ficar acordado e dormir. Essas estruturas mantêm em funcionamento ininterrupto o ciclo sono vigília (dificuldade em dormir e se manter acordado) de um indivíduo ao longo de sua vida.

Solutudo: Para o que serve o sono?

Psiquiatra: O sono tem a função de fazer com que o organismo se recupere do desgaste físico e mental. Ainda cumpre tarefas essenciais para o seu bom funcionamento de todos órgãos e sistemas do corpo.

Psiquiatra esclarece dúvidas e aconselha métodos para a melhoria do sono
Gilmara Peixoto Rister trabalha na ala de psiquiatria do Hospital Regional. (Foto: Arquivo Pessoal)

Solutudo: O que é a insônia?

Psiquiatra: A insônia é a dificuldade para dormir. É muito comum e acarreta diversos problemas desde natureza biológica (transtornos ortopédicos, dentários, mentais, etc), até sociais (sonolência diurna excessiva, baixa produtividade, etc). Em geral, um indivíduo adulto necessita dormir até oito horas por dia, porém, não é estabelecido uma regra quanto a duração do sono. Cada pessoa tem seu próprio ritmo, mas se esse ritmo for alterado, alguns problemas surgem como resposta à essa alteração.

Solutudo: Quais fatores que podem ajudar a desencadeá-la?

Psiquiatra: Mudanças de fuso horário, pessoas que têm maior energia ao entardecer ou que trabalham durante à noite, estresse, surgimento de transtornos mentais, uso excessivo de aparelhos eletrônicos a noite, colchões inapropriados, alimentação copiosa (grande quantidade) antes de dormir, excesso de cafeína, são fatores que contribuem para o surgimento de problemas de sono.

Solutudo: Caso a insônia persista, o que ela poderá prejudicar?

Psiquiatra: A insônia pode prejudicar o humor, a memória, a produtividade e as relações com as pessoas de seu convívio social e no trabalho, afetando a qualidade de vida do indivíduo.

Solutudo: Como tratar a insônia para que se tenha uma boa noite de sono?

Psiquiatra: É possível prevenir a insônia com hábito de higiene do sono. Caso ainda persista o sintoma, procurar um médico para diagnóstico do desencadeante da insônia e tratamento especializado.

Hábitos de higiene do sono:

  • Manter os mesmos horários para levantar-se.
  • Fazer exercícios diariamente, pelo menos 20 minutos.
  • Evitar estimulantes como café, chocolate, refrigerantes.
  • Não fumar. A nicotina é ainda mais estimulante do que a cafeína.
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas. Embora o álcool induza o sono, é um sono de qualidade ruim e não reparador.
  • Não dormir mais do que o necessário.
  • Evitar dormir à tarde, principalmente se a pessoa tem problemas para dormir durante a noite.
  • Não comer em excesso antes de se deitar; nem dormir com fome.
  • Esquecer os problemas e responsabilidades na hora de dormir.
  • Anotar afazeres para o dia seguinte, deixando para o dia a resolução destes.
  • Desligar aparelhos eletrônicos cerca de 2 horas antes de dormir (evitar ter celular e TV no quarto).
  • Relaxar. Tomar uma ducha, ler um livro ou ouvir uma boa música pode ajudar muito a conciliar o sono. Procure fazer dessas tarefas como um ritual do sono a ser repetido todas as noites.
Psiquiatra esclarece dúvidas e aconselha métodos para a melhoria do sono

Solutudo: Por que as pessoas sonham? Como acontece esse processo?

Psiquiatra: O sonho é uma atividade mental diferente do sono e da vigília. Nele ocorrem fenômenos como se a pessoa estivesse acordada, mas sem os estímulos motores para realizar aquilo que se sonha. Em outras palavras, tudo que sonhamos é real para o cérebro. No entanto, no processo de sonhar, não realizamos aquilo que sonhamos por mecanismos de proteção, como a inibição de neurônios do tronco cerebral para evitar que passem os estímulos motores. Por isso, ao sonhar, nossa a atividade cerebral é máxima e a motora é mínima.

Solutudo: Por que nem sempre conseguimos nos lembrar do que foi sonhado?

Psiquiatra: O sono tem algumas fases. A fase REM (Rapid Eyes Movement/ movimento rápido dos olhos) é a principal fase dos sonhos, apesar de que sonhamos em outras fases também. Se despertarmos nesse período, é provável que nos recordemos com detalhes do sonho que estávamos tendo no momento. Todos nós sonhamos, mas se lembrar do sonho tem relação com despertar nesta fase REM.

Agora que você já sabe como funcionam todos esses processos, não deixe de colocar em prática! Durma bem. 😴


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui