O projeto de arborização “Curupira Interior” está finalizando a primeira etapa: a criação de trilhas de acesso para comunidade nas laterais do Rio do Peixe.

A partir de 25 de janeiro, a população poderá colaborar com a doação e o plantio de diversas mudas. O foco é o reflorestamento da área em torno do rio, tendo aprovação legal e acompanhamento de engenheiro agrônomo.

A ação é realizada voluntariamente pelo Sicoe (Sistema Integrado de Comando e Operação em Emergência) e partiu de um convite do Ministério Público.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, Cláudio Schlic, presidente do Sicoe disse que “o projeto tem conceito técnico e passou por todas as instâncias legais. A previsão é plantar 1.500 mudas, todas de mata nativa e previamente aprovadas pelo engenheiro agrônomo, com toda documentação legal”.

Desde outubro os voluntários têm dedicado os domingos a abrir a trilha com segurança, acessibilidade e dentro das normas ambientais. A meta é finalizar em duas semanas e após a pausa de final de ano, qualquer cidadão poderá ajudar o projeto Curupira Interior.

De acordo com o presidente do Sicoe, o envolvimento da comunidade será feito dentro das normas ambientais, mas é importante pelo caráter educativo de respeito e preservação da natureza. A previsão é de cinco mil metros abaixo e acima do rio a serem percorridos pelos voluntários, que distribuirão cem mil sementes de árvores nativas.

Ao todo, o Curupira Interior engloba 232 mil árvores nativas, com plantio em várias áreas abertas. (Foto: Giphy)

Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Marília!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui