O nome do projeto diz tudo, o “Fortalecendo Afetos“, uma iniciativa do Hospital das Clínicas de Marília, viabiliza o acesso de animais de estimação à pacientes internados na instituição.

O projeto, elaborado pela psicóloga Noemi Peres Honorato – responsável pelo setor de Psicologia do HC, é desenvolvido na unidade desde 2017. A ideia é que o contato com o amor de seus pets possa agir positivamente no quadro clínico de seus tutores.

Com o apoio do Centro de Controle de Infecção Hospitalar, pacientes e familiares são orientados sobre a preparação e saúde do animal, que precisam passar por processos de banhos e tosas higiênicas, bem como a verificação de vacinas.

Segundo Noemi, em entrevista para o G1 (Janeiro/2019), essas visitas são capazes de amenizar o sofrimento desses pacientes, que estão em um momento de fragilidade e estresse.

Através das visitas, conseguimos reduzir os níveis de ansiedade e amenizar os sentimentos relativos ao adoecimento e ao distanciamento do ambiente familiar.

Encontro de cães e gatos com seus tutores são mais comuns, mas o Hospital já recebeu pedidos para a visita de roedores (hamsters) e pássaros (calopsitas).

Projeto HCFAMEMA fortalecendo afetos

Emocionante e comovente encontro entre paciente e seu animal de estimação. Mais uma ação que faz parte do projeto "Visita de animais ao seu tutor internado no Hospital Geral: fortalecendo afetos, idealizado pela psicóloga Noemi Peres Honorato do HCFAMEMA e sob responsabilidade da Psicologia Hospitalar do HCFAMEMA em parceria com a equipe de saúde da instituição.

Posted by HCFAMEMA on Tuesday, January 15, 2019

Reencontro

Depois de 18 dias internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no dia 26 de julho, foi a vez de Isaura Neide de Oliveira da Silva, de 74 anos, receber a visita da pequena Mel, uma Yorkshire de 7 anos.

Isaura expressou sua maior saudade e, ao final do reencontro, até brincou: “Ela pode ficar de acompanhante?”.

A psicóloga explica que a maioria dos encontros são realizados na área externa hospitalar. No entanto, como foi o caso de Dona Isaura, devido às condições clínicas do paciente, é avaliada a possibilidade de receber os animais de estimação na enfermaria.

A equipe de saúde sempre prioriza o cuidado e o maior conforto aos pacientes.


Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Marília!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui