A Prefeitura de Marília, junto a Secretaria Municipal de Saúde, deu início a Campanha Outubro Rosa. Cidades do mundo inteiro se mobilizam para conscientizar a sua população referente ao câncer de mama no mês de outubro.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), em 2018 o Brasil teve em torno de 60 mil novos casos da doença. O número de mortes é estimada entre 16 e 17 mil anualmente.

A média é de 70 novos casos por ano, somente em Marília. No ano de 2017, a contagem de mortes por câncer de mama foi de 26 pessoas. Em 2018, a cidade atingiu a marca de 24 óbitos. A faixa etária média das pacientes varia entre 45 e 55 anos e pelo menos 80% dos casos são descobertos pelas próprias pacientes.

(Infográfico por Juliana Ribeiro)

A Campanha na cidade

A Prefeitura informa que a Campanha Outubro Rosa acontecerá em suas unidades de saúde e também nas unidades especializadas, como o Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Pronto Atendimento da Zona Sul, Saúde do Trabalhador – Cerest, Farmácias Municiais e outros locais de atendimento à população.

Em entrevista à Solutudo, a assessoria afirma que “serão realizados eventos como roda de conversa, palestras com especialistas, grupos de ‘papoterapia’ e abordagem em sala de espera. Dessa forma, ao longo do mês, serão realizados cerca de 150 eventos, abrangendo todas as 12 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e 37 equipes da ESFs (Estratégia Saúde da Família), em pelo menos 45 locais onde a população é atendida em atenção primária”.

Uma das iniciativas baseia-se em chamar atenção do público através da decoração das salas e ambientes na cor rosa, em todas as unidades de saúde da atenção básica do município.

A principal meta é elevar a conscientização da população através de consultas para o exame clínico e outras oportunidades para o diagnóstico precoce. Assim, as unidades criam um vínculo mais fortalecido com as mulheres marilienses, fazendo com que busquem sem hesitação a unidade de saúde o ano todo, visando prevenção e acompanhamento.

Onde fazer o exame

Para o atendimento gratuito em Marília, todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e unidades do programa ESF (Estratégia Saúde da Família) estão capacitadas para atender a população. O suporte específico fica por conta da UBS Alto Cafezal, que possui o Ambulatório de Patologias Mamárias.

O coordenador e médico do ambulatório, Carlos Giandon, explica como funciona o atendimento: “o câncer de mama, quando detectado na fase inicial (tumores de até dois centímetros e com menos de dois anos) tem probabilidades de cura acima de 75%. Em alguns casos, a chance de sucesso no tratamento chega a 90%”.

O local funciona desde 2017 e já realizou cerca de 10 mil atendimentos, inúmeras ultrassonografias e biópsias. É dessa unidade que os pacientes são encaminhados para o tratamento em hospitais de referência, em caso positivo para o câncer de mama.

Amigos do COM

A ONG Amigos do Centro de Oncologia de Marília (Amigos do COM), inaugurou recentemente sua loja de produtos no centro da cidade. A entidade visa fazer eventos e atender a população não somente em outubro, mas no ano inteiro.

Todo dinheiro arrecadado com a venda dos produtos (camisetas e chaveiros) é direcionado para a organização continuar seus trabalhos na luta contra o câncer de mama. Para saber mais, clique aqui.


Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Marília!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui