Para comemorar em grande estilo o Dia Nacional da História em Quadrinhos, no próximo dia 30 de janeiro, a Biblioteca Pública Municipal Profº Nelson Foot oferecerá, gratuitamente, um workshop voltado às crianças e adolescentes apaixonados pelas HQ’s.

A atividade, que será ministrada pelo produtor e artista jundiaiense Ede Galileu, terá como foco a apresentação dos formatos existentes e das etapas e técnicas de produção das histórias em quadrinhos. O workshop será realizado no auditório da Biblioteca a partir das 15h, e as vagas são limitadas. As inscrições estão sendo realizadas por este formulário disponibilizado pela Biblioteca.

Cartaz oficial de divulgação do evento, com os escritos 'Workshop HQ' na parte superior, e na região central duas fotografias de um desenhista esboçando alguns personagens, a descrição da atividade e à direita as informações do workshop.
O workshop gratuito é opção para as férias da criançada. (Foto: BNF/Reprodução)

Dia do Quadrinho Nacional

Essa data foi escolhida porque justamente em um dia 30 de janeiro, só que do ano de 1869, que o cartunista Angelo Agostini publicou a primeira história em quadrinhos brasileira: “As aventuras de Nhô-Quim, ou Impressões de uma Viagem à Corte”. As histórias em quadrinhos começaram a aparecer no Brasil no século XIX e, antes de ganharem a forma atual, era comum aparecerem como charges e caricaturas.

Imagem destaca a primeira HQ brasileira, de autoria de Ângelo Agostini. Na parte superior, uma breve descrição da história.
Primeira história em quadrinhos brasileira, datada de 1869, e veiculada em um jornal do RJ. Clique na imagem para aumentar. (Foto: Wikimedia/Reprodução)

E adivinha qual a história em quadrinhos de maior sucesso no país? Óbvio que é a da Turma da Mônica! Criada por Mauricio de Sousa lá no ano de 1959, os gibis da Turma da Mônica são responsáveis por 86% do mercado nacional. A HQ brasileira também alcança o público estrangeiro: os gibis são comercializados em 40 países e em 14 idiomas. ?

Serviço

Workshop – Histórias em Quadrinhos


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Jundiaí e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui