Como você provavelmente deve saber, nossa Itupeva Maravilhosa, essa cidade de encantos e belezas, de um povo trabalhador e esforçado, está de aniversário essa semana. No sábado (21), nossa querida Itupeva completa 55 anos de emancipação! ???

E nós aqui da Solutudo, que amamos detalhes que encantam, queremos ao longo da série #EncantosItupeva contar um pouquinho de tudo que essa cidade maravilhosa tem e oferece! ?

Dia 21 de março é aniversário de nossa querida cidade. Sabemos que ela abriga muitos encantos e belezas e, por isso, faremos a série #EncantosItupeva ao longo da semana, para mostrar tudo de melhor que Itupeva tem a nos oferecer: sua história, curiosidades, pontos turísticos... fiquem ligados! ?
Os encantos de Itupeva estarão aqui!

Nessa primeira matéria da série, vamos juntos descobrir e viver um pouco da história de Itupeva. Bora? ?

História que encanta

A origem da palavra ‘Itupeva’ remete à língua Tupi, dos primeiros povos que habitavam nessa região, e significa ‘cascata pequena’. Os índios Bilreiros amavam essa região justamente por conta dessas pequenas cascatas ao do Rio Jundiaí, que facilitavam a pesca dos peixes que subiam o rio durante a piracema, o período da desova anual.

O tempo foi passando, e essa região, que até então pertencia a Jundiaí, contribuía ativamente no desenvolvimento da cidade. As fazendas que existiam por aqui eram importantes centros de produção de açúcar, algodão e tabaco até o século XIX.

Sede de uma das fazendas mais tradicionais de Itupeva.

Tempos de Café

A cultura do café então veio e, junto dele, tempos de bonança e progresso. Em 1870 foi construída o trecho da Estrada de Ferro Ituana que passava pelas terras do Barão de Jundiaí (Francisco Queiroz Telles), para escoar a produção até o Porto de Santos.

Foi também neste período que os primeiros imigrantes italianos vieram se estabelecer em Itupeva. Antes mesmo da Lei Áurea (em 1888), a falta de mão de obra escrava ‘obrigou’ a contratação de mão de obra imigrante pelos fazendeiros da região.

Colônias de famílias italianas foram formadas em meados de 1874, primeiramente nas terras da família Queiroz Telles. Italianos esses que mais tarde contribuíram para a a formação da Itupeva que temos hoje.

Desenvolvimento e emancipação

A rápida expansão populacional, a mudança do perfil econômico agrícola para um mais industrial e moderno e, consequentemente, a vinda de mais estrutura e serviços proporcionou que em 1953, o então bairro Itupeva, se tornasse um Distrito de Paz de Jundiaí.

Em 1957 foi oficialmente instalado o Distrito e o Cartório de Registro Civil e Anexos e, em 1963, diversas lideranças do então Distrito de Itupeva iniciaram o movimento de emancipação político-administrativa.

1963

No mesmo ano de 1963 foi realizado um plebiscito acerca da emancipação da região, e a vontade popular prevaleceu: 90% dos votos pediam a criação da cidade. Em 31 de dezembro daquele mesmo ano, pela Lei Estadual 8.050, Itupeva ganhou a condição de município, e foi definitivamente instalada só algum tempo depois, no dia 21 de março de 1965.

Passados 55 anos, hoje Itupeva é uma cidade vibrante, com uma indústria forte, e um polo turístico que atrai por ano cerca de 6,5 milhões de visitantes. E que, sobretudo, é feita todos os dias por você, itupevense! Você, que levanta todos os dias para estudar, trabalhar, fazer Itupeva cada vez melhor. ?

Valorize os encantos de Itupeva! E estamos juntos nessa, viu? Nossa série continuará e fica ligado que falaremos sobre curiosidades e pontos históricos e turísticos de nossa querida cidade! Ah, e conta pra gente aqui embaixo nos comentários as curiosidades que só você sabe e os lugares de Itupeva que você curte! Só não esquece de contar pra gente, tá? ?

Fontes: Elis Salles e Prefeitura Municipal de Itupeva.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história inspiradora de Itupeva e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui