*Pauta sugerida pelo aluno de pós graduação do IBB Juan Nicolai.

O Gigante da Floresta

Acredita-se que o maior eucalipto e talvez um dos mais antigos do Brasil, esteja aqui em Botucatu, na Fazenda Lageado. As estimativas e estudos são do professor Valdemir Antonio Rodrigues, docente aposentado do Departamento de Ciência Florestal em Botucatu e fundador do projeto “Trilha”.

Professora Renata Fonseca é docente do Departamento de Ciência Florestal há 22 anos
(Foto: arquivo pessoal)

Docente do Departamento de Ciência Florestal, a professora Renata Fonseca nos conta como foi a chegada do eucalipto no Brasil: “o início dos eucaliptos no Brasil aconteceu em 1904, por intermédio do engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade, que foi quem se interessou pelo estudo e cultivo da espécie por conta da sua pesquisa para a Companhia Paulista de Estradas de Ferro, ele precisava desenvolver um projeto de criação de Hortos Florestais, nesse intuito foram plantadas várias espécies para experimento, até ser escolhido o eucalipto, árvore nativa da Austrália.”

“O Gigante da Floresta” como foi apelidado, é da espécie Eucalyptus robusta, tem aproximadamente 100 anos, mais de 50 metros de altura e 9 metros de circunferência.

O “Eucalyptus robusta‘ é uma árvore nativa do leste da Austrália, frequentemente utilizada na silvicultura.
(Foto: Bianca Camargo)
O projeto “Trilha” tem o intuito de incentivar a visitação da população a essa árvore centenária. O projeto que agora esta nas mãos da Professora Renata Fonseca, esta em remodelação e será aberto ao público no próximo ano.
(Foto: Bianca Camargo)

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Botucatu e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


1 COMENTÁRIO

  1. Muito bom conhecer mais um pouco da história de nossa cidade. Não sou natural daqui, mas me apaixonei por esta tranquila cidade dos bons ares, onde resido desde 1988.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui