Tornar-se pai ou mãe é um momento único, sejam os filhos biológicos ou não – em ambos os casos há muita expectativa, espera, medos, angústias e realizações. Contudo, o texto hoje é para você que quer iniciar uma família através da adoção: conheça junto conosco o Grupo de Apoio à Adoção de Birigui (GAAB).

Maio, além de ser o mês das mães, é também o mês da adoção, e quantas dúvidas ainda existem quanto falamos nesse assunto, não é mesmo?

Mas, você não está sozinho para descobrir as respostas! Em Birigui, existe o Grupo de Apoio à Adoção para ajudar todos aqueles que querem dar o primeiro passo e não sabem por onde começar. Conversamos hoje com a Rosângela Bezerra, coordenadora do grupo e também mãe adotiva, que nos explicou um pouco sobre o funcionamento do mesmo:

“O grupo desempenha o papel de trazer dados de realidade a este pretendente para se preparar, amadurecer sua ideia. No grupo encontramos pessoas que passam pela mesma situação que a gente, com isso nos sentimos acolhidos. Pro tempo de espera é muito importante participar de um grupo de apoio”.

Segundo Rosângela, o GAAB existe com o propósito de garantir o direito à família para todas as crianças e adolescentes, pela legitimidade da família adotiva e por estabelecer a cultura da adoção na sociedade, além de trabalhar em prol das adoções legais, seguras e para sempre.

Hoje, o grupo conta com 4 casais administradores e 61 casais participantes, somando os pais que já adotaram e pretendentes.

Como o GAAB ajuda os pretendentes à adoção?

Uma das atividades oferecidas pelo grupo são as palestras e reuniões, feitas com o intuito de esclarecer dúvidas, apresentar e discutir temas relacionados à convivência familiar e comunitária. O GAAB também realiza encontros mensais de troca de experiências entre pais que já adotaram e pais que ainda estão na fila de espera.

“O Grupo nada mais é que justamente trazer dados de realidade pra estes pretendentes que sonham e idealizam seus filhos”.

Quero participar do grupo. Como faço?

Rosângela afirma que as portas estão abertas para quem quiser fazer parte do GAAB: “para todos aqueles que pretendem fazer adoção, aqueles que não sabem por onde começar e aqueles que também já adotaram, para que possamos auxiliar e trocar experiências. Juntos somos mais fortes!”.

Os interessados podem entrar em contato através da página do Facebook ou pelo e-mail grupodeapoioadocaobirigui@outlook.com.

Imagem: Logo GAAB

Relatos de amor: depoimentos de pais adotivos do GAAB

Para encher o coração de amor e esperança, confira abaixo breves depoimentos de seis pais integrantes do grupo:

Rosângela e Júnior

“Nossa vida nunca mais foi a mesma depois que nossas filhas chegaram… Hoje tudo tem mais cor e mais fé, porque elas são a prova viva de que o amor é o mais forte dos laços de uma família. Eles são meu coração e minha razão para seguir […] Adoção faz parte da minha vida!”

Reprodução/Arquivo Pessoal

Verônica e Ederson

“Nosso perfil sempre foi aberto para crianças saudáveis, deficiência física e mental. Nossa primeira adoção foi em 2016 onde conhecemos o Gabriel com 4 anos através do grupo ele é portador de hidrocefalia, menino de sorriso largo e de uma felicidade que nos conquistou no primeiro momento que vimos. Hoje ele já está com 8 anos. Continuamos no SNA, em 2018 concretizamos a nossa segunda adoção de outro garotão, Davi Lucca com 8 anos, também através do grupo, saudável muito inteligente, hoje com 11 anos. Somos realizados como pais só temos que agradecer por eles terem nos escolhidos.

Temos o mais importante: o amor de 2 filhos que a busca ativa nos deu. Hoje temos a nossa família completa!”

Reprodução/Arquivo Pessoal

Daniel e Tatiane

“Após fazermos parte do Sistema Nacional Adoção quase 3 anos, sem saber por onde começar. Viemos a conhecer o grupo através do pai de uma integrante que participava do grupo. Gostamos e participamos do grupo até hoje. Passamos a entender a adoção como um todo, abriu muito nossa visão para vários aspectos da adoção. O grupo tem como objetivo esclarecer dúvidas através de palestras, adoção tardia e depoimentos de pais. Após 6 meses junto ao grupo viemos a concretizar a nossa adoção de duas irmãs, sendo uma de 1 ano e meio e outra de dez anos. Adoção essa que foi através do GAAB, tivemos todo respaldo em relação a documentação e orientação jurídica e emocional”.

Reprodução/Arquivo Pessoal

Lucas Honório e João Paulo

“Falar sobre adoção para nós é muito mais do que apenas falar sobre uma vontade, para nós é a realização de um sonho. Quando decidimos construir uma família juntos passamos por muitos preconceitos por sermos dois PAIS. Junto veio a questão por onde começar?

Até que a Rô apareceu na nossa vida. Não recordo ao certo como foi mais sabemos que juntamente com grupo foi abrindo novos rumos, nos possibilitou entender melhor todo esse processo, ouvir outros casais faz com que aprendemos muito.

Sem contar desde o primeiro dia em que entramos no grupo todos nos tratam com o máximo respeito e carinho.

Só temos que agradecer!”

Reprodução/Arquivo Pessoal

Daniela e Ronicley

“Nossa família agora está completa!! Durante quase 5 anos ficamos na fila da adoção esperando nosso telefone tocar com a sonhada frase “temos uma criança para vocês”. Porém isso não aconteceu.

Após quatro anos de espera conhecemos o GAAB e tudo mudou.

Começamos a frequentar o grupo, conhecemos casais, histórias, famílias, crianças e isso fez com que nossa ideia e ideal de adoção mudasse. Alteramos nosso perfil, nos abrimos à adoção tardia e entendemos o quão importante e necessária ela é. O grupo foi e é fundamental para que histórias reais sejam contadas e compartilhadas.

Fácil? Claro que não! Mas quem disse que seria?

Nossas filhas chegaram com 4 e 6 anos, cheias de medos, incertezas e muito, mas muito amor para dar e receber. Temos fono e psicóloga como terapias, mas nada que comprometa nosso desenvolvimento.

À Deus temos somente Gratidão pela benção alcançada. Para isso temos a certeza que Ele colocou o GAAB e nosso caminho. À Rosangela nossa gratidão e admiração pelo lindo e incessante trabalho que realiza.

Continuamos frequentando o grupo para compartilhar nossas experiências. Na nossa opinião, isso faz toda a diferença”.

Reprodução/Arquivo Pessoal

Família Martins

“Um pouquinho da nossa história. Em 2017 decidimos dar mais um passo em nossa vida, resolvemos ser pais!

Começamos a nos preparar profissionalmente, psicologicamente e financeiramente. Em 2018, resolvemos dar início ao processo de adoção, pesquisamos bastante sobre o processo de adoção no Brasil quais os caminhos que deveríamos seguir. No início deste mesmo ano, procuramos o fórum e começamos a viver nosso sonho, passamos por todas as fases, fomos habilitados em menos de 6 meses. Em 2020 conhecemos o grupo de apoio de Birigui, fomos convidados a participar do grupo e a conhecer um pouco mais do trabalho maravilhoso que eles realizam. Fomos surpreendidos positivamente em todos os aspectos, fomos acolhidos e orientados da melhor maneira, com muito amor! No grupo foi possível conhecer pessoas e histórias maravilhosas que só nos acrescentou e nos reafirmou que nossa decisão era a correta a ser feita.

Poucos meses depois tivemos a honra de vivermos o momento mais feliz de nossas vidas! O telefone tocou, era a Ro, “nossa cegonha”, comunicando, de maneira séria, responsável e profissional, que havia um menino lindo exatamente do nosso perfil a procura de pais como nós.

Mesmo sem ver, ouvir, tocar e senti-lo, sabíamos que nossa hora tinha chego e que aquele menino seria nosso filho. Nosso “reencontro” foi tão mágico e certeiro que em menos de 2 semanas da ligação, já estávamos com a guarda provisória.

Hoje depois de 10 meses desse reencontro, podemos dizer que somos uma família feliz e completa, nosso lar é mais leve, alegre e feliz com a chegada do nosso príncipe Victor”.

Reprodução/Arquivo Pessoal

Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Birigui!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Birigui e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

4.6/5 - (24 votes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui