A definição de Museu é um lugar onde se conserva, além das obras de artes, conhecimento, olhares, sentimento, monumentos e, acima de tudo, muitas histórias.

Hoje, vamos conhecer um pouquinho do Museu de Artes Primitivas de Assis “José Nazareno Mimessi” (MAPA), fundado em 1983, a partir de uma doação do colecionador de obras de arte e escritor, José Nazareno Mimessi.

Imagem: Jean Carlos Galvão

Administrado pela Secretaria Municipal da Cultura de Assis, o MAPA preserva cerca de 1.658 diferentes linguagens como pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e cerâmicas, ocupando lugar de destaque na preservação da arte popular primitivista. São três salas de exposições, duas para as temáticas temporárias e uma para a exposição permanente.

Imagem: MAPA – Divulgação
Imagem: MAPA – Divulgação

A maior parte das obras expostas são de Ranchinho (1929-2003), artista assisense que foi influenciado por Jose Nazareno Mimessi, entre outros grandes artistas na arte brasileira, como o Heitor dos Prazeres, Antonio Poteiro, José Antônio da Silva, Chico da Silva, Maria Auxiliadora, José Vieira Madalena, Eliza Mello, José Coimbra e outros.

Imagem: Ranchinho e sua obra – Documentário “Procura-se Ranchinho” de Bruno Mota

Veja um pouquinho dele por dentro:

Reels Museu de Artes Primitivas de Assis

Localizado anexo ao Parque Ecológico João Domingos Coelho (Parque Buracão) na Avenida Antônio Zuardi, 895.

Aberto de segunda a sábado, das 8h às 17h, com entrada gratuita. Para mais informações: (18) 3324-5874


Você já visitou o MAPA? Conte sua experiência, adoraria saber! 💜

Fale com a autora!

Já contamos muitas histórias por aqui, leia também:

Dizem que ela é a rua mais bonita de Assis

Se encante com 5 curiosidades históricas de Assis que talvez você não conheça

Dizem que essa é a rua mais longa de Assis

Aproveite e siga a Solutudo nas redes sociais:

CLIQUE AQUI PARA O Facebook!

CLIQUE AQUI PARA O Instagram!


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da cidade de Assis e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

5/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui