Lembra da febre que foram os bolos no pote em 2013? Muitos de nós utilizaram a confeitaria como uma renda extra em períodos difíceis, mesmo sem saber muito bem por onde começar.

Vitor em seu ateliê. (Reprodução: arquivo pessoa)

Vitor Carvalho, 22, foi um destes. O incentivo de sua mãe acendeu a paixão que transformou sua vida profissional.

Hoje, seu ateliê funciona com o auxilio da irmã, Ana Cristina, ele explica como surgiu a parceria.

Ao longo da jornada perdemos nossa mãe e essa é uma perda irreparável. O apoio dela veio para fortalecer tanto o meu lado familiar, como o empreendedor.

O ateliê

Vitor conquistou seu próprio ateliê, resultado de economias e muito suor, e o instalou em sua casa. Toda a produção de seus doces é feita com as normas de vigilância sanitária e funcionamento regularizadas.

Às vezes eu acordo de madrugada, vou ao ateliê, agradeço a Deus, mas ainda não acredito o que estou vivendo.

Conta Vitor

Em setembro, Vitor saiu de seu antigo emprego, com o apoio de seus familiares e de sua irmã, começou a se dedicar exclusivamente a produção de doces. Ele e sua irmã trabalham com amor, o que conquista cada vez mais admiradores.

Mas nem só de bolo viverá o araçatubense. Eles também oferecem doces tradicionais para festa, brownies, merengues, uma linha presenteáveis de chocolates eróticos e trabalhamos com datas sazonais.

Vitor e sua irmã, Ana Cristina, em seu ateliê posando com as encomendas prontas. (Reprodução: arquivo pessoal)

Formação

Quando se tem um sonho na confeitaria, tudo parece distante, afinal, os cursos não são baratos. Porém, Vitor aprendeu a ser um caçador de cursos e workshops. Ao longo de sete anos ele investiu na área e conquistou diplomas em instituições de renome, algumas sendo bolsista.

Vitor em seu curso de Cake Design no Centro Universitário Senac Águas de São Pedro. (Reprodução: arquivo pessoal)

Neste mês de fevereiro ele iniciará o curso Técnico em Nutrição, no Senac Araçatuba, e conquistou uma bolsa de estudos. Sobre a importância acadêmica, ele explica:

(O curso) Terá grande impacto em nosso menu, trazendo uma linha para aqueles que apresentam intolerâncias (como lactose, diabetes) .

Já são sete anos buscando melhorar e aprender novas técnicas. Em janeiro de 2019 sua irmã fez seu primeiro curso profissionalizante, o que aumentará a produção dos dois.

Ana e Vitor posando com seus certificados. (Reprodução: arquivo pessoal)

“Comemore as pequenas conquistas”, é a dica final de Vitor para todos aqueles que desejam empreender. “Busquem estar ao lado de pessoas motivadoras”, incentiva ele.


Confira essa e outras histórias da cidade no site da Solutudo Araçatuba!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Araçatuba e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui