Neste dia, 13 de dezembro de 2021, Ourinhos completa 103 anos. Uma jovem senhora cheia de histórias e marcas do passado que fizeram a cidade ser tão desenvolvida como é no presente. É sempre uma data muito especial para os ourinhenses, é um dia de orgulho em fazer parte do povo de coração de ouro. E para homenagear, a Solutudo Ourinhos conta a história do município e leva você para ao passado através de imagens.

Confira o texto até o fim e sinta a emoção!

Como tudo começou…

Ourinhos é uma cidade com características de outros municípios da “zona pioneira”. É advinda da fase econômica da época do avanço do café, das fazendas cafeeiras, para as terras de florestas derrubadas na região às margens do Rio Paranapanema. Local pouco conhecido no final do século XIX e início do XX. Com a exploração do espaço por posseiros, estrangeiros, migrantes e imigrantes, conseguiram ocupação da terra e o local começou a integrar o médio Paranapanema na vida econômica do estado de São Paulo.

E Jacintho Ferreira e Sá, vindo de Santa Cruz do Rio Pardo, comprou de Dona Escolástica Melcheret da Fonseca uma enorme gleba de terras, quase a totalidade do município. Ele loteou a parte central e doou terreno para construção de um grupo escolar e uma igreja. Ou seja, Jacintho é o fundador de Ourinhos.

Em 1906, iniciou o povoado nas terras com um pequeno número de casas. Já em 1908, foi criado o Posto da Estrada de Ferro que, quatro anos depois, foi transformado em estação. E em 1911, passou de povoado a pertencer a Salto Grande de Paranapanema e depois Distrito de Paz em 1915.

A busca pela transformação em município

A busca pela autonomia foi engenhosa e de muita movimentação. Em 1917, Ourinhos já tinha população suficiente para um grupo de moradores encaminhar para a Câmara dos Deputados a reinvindicação de elevação para município. Desde 1910 a pequena vila já possuía posto policial e uma escola pública. O próximo passo seria a emancipação de Salto Grande.  

Uma petição ourinhense foi até os deputados paulistas na sessão do dia 19 de outubro de 1917. O pedido foi enviado para a Comissão de Estatística, a Divisão Civil e Judiciária encarregada de manifestar o caso.

A decisão da Comissão foi divulgada no dia 9 de novembro de 1917 e assinada pelos deputados Américo de Campos, o relator, e Machado Pedroso e Procópio de Carvalho.  A Comissão traçou o que poderia ser o futuro de Ourinhos. O projeto entrou em discussão na Câmara e se fosse aprovado teria que passar pelo Senado Estadual. Era o caminho para a emancipação.

O projeto foi aprovado sem o voto do líder político da média Sorocabana. Após três dias, na sessão do dia 10 de dezembro, os deputados receberam um telegrama dos ourinhenses agradecendo a aprovação. Inclusive, neste mesmo dia, estava em aprovação entre os senadores que solicitou informações para a Câmara Municipal de Salto Grande.

O órgão público cumpriu esta obrigação, que estava atrasada por sete meses. No ano seguinte, no dia 3 de setembro, foi lida uma nova representação de habitantes ourinhenses em novos documentos e a Comissão do Senado solicitou dados ao Governo Estadual.

A decisão final foi pela Comissão de Estatística do Senado Estadual que aprovou o parecer n°51 favorável ao projeto. Aprovado no dia 13 de dezembro de 1918 e no mesmo dia seguiu para a assinatura do governador Altino Arantes. É a data comemorada como nascimento do município e hoje, 2021, completa 103 anos.

Fonte: “Ourinhos-Memórias de uma cidade paulista” – Jefferson Del Rios

Aniversário de 103 anos

E para celebrar a data de uma conquista e balançar os seus sentimentos, relembre alguns pontos da cidade em fotos antigas e atuais. Confira abaixo!

Correios

Praça Mello Peixoto

Hotel Comercial

Colégio Santo Antônio

Igreja Matriz-Catedral

Praça Kennedy (conhecida como a Praça do Seminário)

Shopping Mercadão Municipal

Ourinhos

E aí, quais foram as suas lembranças com a nossa terrinha?


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui