Esse conteúdo é oferecido pelo Univem, instituição referência em educação que apoia as boas notícias de Ocauçu.

A charmosa cidade de Ocauçu com pouco mais de 4 mil habitantes, localizada na região do Centro-Oeste do Estado de São Paulo, possui o Santo Antônio como padroeiro do município. Até mesmo a Igreja Matriz da cidade teve seu nome dedicado ao santo casamenteiro.

Foto: Speak Mídia Produtora

Para entendermos a relação entre Santo Antônio e o município, vamos resgatar a história da cidade. Segundo a prefeitura, os primeiros moradores vieram para a região de Ocauçu à medida que as estradas de ferro se dirigiam para o oeste, com isso, a localidade atraiu grandes fazendeiros de café, que por sua vez, contrataram imigrantes italianos devido à uma crise econômica e uma queda súbita no preço do grão.

Entre os imigrantes, estava Celeste Casagrande, contratado pelo fazendeiro Eugênio Teixeira Leite. No fim do século XIX, Casagrande adquiriu um terreno próprio para cultivo e formou a Fazenda Bela Vista, que se tornou sede do povoado de Santo Antônio da Bela Vista.

Família Casagrande, com Celeste Casagrande em destaque. Foto: Yolanda Casagrande / Museu da Pessoa

Pouco antes do povoado ser elevado a distrito de Campos Novos paulista, em 1928, Celeste Casagrande fez um loteamento de terras, onde um terreno ficou reservado para a construção de uma igreja destinada ao santo padroeiro daquelas terras, que foi dedicada a Santo Antônio (devido a um dos primeiros nomes do local: Santo Antônio da Bela Vista).

A influência do Padroeiro na cidade

Desde 1959, Ocauçu é considerado município, porém todo histórico ligado a Santo Antônio segue presente na cidade, inclusive no quarteirão onde a Igreja Matriz que está localizada, na Praça Dr. Argolo Ferrão, que é um dos principais pontos turísticos da cidade. O quarteirão que abriga a Igreja Matriz é completamente arborizado, contando com diversos canteiros, bancos, um coreto que serve como palco para apresentações e até uma estátua em homenagem ao fundador de Ocauçu, Celeste Casagrande.

Praça Dr. Argolo Ferrão com a Igreja Matriz de Santo Antônio ao centro da imagem. Foto: Memorial dos Municípios

Segundo o relato de uma ex-moradora de Ocauçu, entre os anos de 1980 e 1990, a praça era ponto de encontro entre os jovens da época, inclusive muitos casais que namoraram e até se casaram, se conheceram nessa praça, ao lado da igreja do santo casamenteiro.

Você que mora em Ocauçu, tem alguma história relacionada ao santo casamenteiro para nos contar?


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


Esse conteúdo é oferecido pelo Univem, instituição referência em educação que apoia as boas notícias de Ocauçu.

Avalie este conteúdo

1 COMENTÁRIO

  1. Merrei muitos anos em Ocauçu vindo de Ibirarema em 1970 até 1989 quando me mudei para Cordeiropolis Sp .Casei tive meus filhos em Ocauçu cidade hospitaleira .
    Ainda visito sempre a cidade tenho parentes aí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui