Segundo o ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, é possível se proteger usando máscaras caseiras feitas de pano. Mas não se engane: a melhor alternativa para o enfrentamento ao coronavírus é o isolamento social.

Para ser eficiente como uma barreira física, a máscara caseira precisa seguir algumas especificações, confira as dicas que a farmacêutica industrial, professora e ativista socioambiental Patricia Shimabuku separou para gente:

  • Uso individual, não pode ser dividida com ninguém (nem com familiares);
  • É preciso que a máscara tenha pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face, para cumprir a função de barreira física;
  • Tecido de algodão, tricoline, TNT ou qualquer outro tecido;
  • Medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais;
  • Lavar com sabão neutro e passada com ferro quente;
  • Ao utilizar não fique manipulando a máscara na rua, não fique ajustando a máscara na rua, ao chegar em casa, lave as mãos com água e sabão antes de retirar a máscara;
  • A máscara deve ser usada por cerca de duas horas. Depois desse tempo, é preciso trocar. Então, o ideal é que cada pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano;
  • Cuidado ao retirar. A remoção deve ser por trás e sem tocar na frente da máscara. Após retirá-la, lave as mãos;
  • Após o uso, a máscara de tecido deve ser lavada novamente com água e sabão, deixando de molho por cerca de 30 minutos em água sanitária 2 a 2,5% (a proporção de diluição a ser utilizada é de 1 parte de água sanitária para 50 partes de água, isto é, para cada 10mL de água sanitária acrescentar 500mL de água potável) e passada com ferro quente.

Reunimos alguns tutoriais simples para fazer máscaras de uso pessoal:


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: bianca.camargo@solutudo.com.br

3/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui