A Secretaria da Cultura abriu inscrições para a oficina “Exercícios de Antropologia Fílmica para observar e descrever com imagens”. A atividade é gratuita e faz parte do projeto Pontos MIS.

A palestra acontecerá no dia 23/11, e será apresentada pela jornalista Daniela Gonçalves. Ela vai girar em torno do Cinema Antropológico, expressão original do documentário. 

O curso tem inspiração em trabalhos desenvolvidos na escola de Nanterre, fundada por Jean Rouch, figura pioneira do filme etnográfico.

O objetivo é mostrar como o uso da câmera modifica o olhar do observador sobre a realidade, e como isso pode provocar reflexões e transformações. A partir de atividades práticas, tenha uma verdadeira desestabilização de sentidos e percepções.

A oficineira

Daniela Gonçalves é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade de Brasília e mestre em Cinema Antropológico e Documentário pela Université Paris-Ouest Nanterre la Défense.

Tem experiência na área de Comunicação, Produção e montagem audiovisual e Projetos culturais. Atualmente, trabalha com edição de documentários para cinema, televisão e internet.

Daniela se interessa por temas relacionados tecnologias, cultura popular, estudos de gênero e memória. (Foto: Reprodução)

Pontos MIS

O Pontos MIS é um programa de formação e difusão cultural, que tem a ideia de democratizar o acesso ao cinema. A iniciativa nasceu da parceria entre o Museu de Imagem e Som com as prefeituras do interior de São Paulo.

Com filmes, palestras e oficinas, o projeto visa formar novos públicos do cinema não comercial, tanto nacional quanto internacional. 

Para saber mais sobre o programa, acesse o site deles.

Serviço

Oficina de Exercícios de Antropologia Fílmica

  • Data: 23 de novembro
  • Local: Sala de Projeção “Emilio Peduti Filho” 
  • Endereço: Av. Sampaio Vidal 245 – piso superior, entrada pelo Museu de Paleontologia 
  • Inscrições: pelo telefone 3402-6600

Confira essa e outras notícias da cidade no site da Solutudo Marília!

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui