Esse conteúdo é um oferecimento Univem, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Lins.

Traduzido do inglês: Pet sitting é o ato de cuidar temporariamente do animal de estimação de outra pessoa por um determinado período de tempo. Braço direito dos donos que precisam de ajuda com seus pets, é uma profissão em ascensão. E foi nessa função que a estudante de veterinária Caryne Ramos se encontrou.

Atualmente com 25 anos, Caryne é graduada em direito e cursa Medicina Veterinária em Araçatuba. A causa animal sempre foi algo que lhe cativou.

“Sempre gostei muito de estar com os animais e sentir a conexão com eles através do olhar e gestos. Já participava dos resgates de animais em situação de maus tratos, sendo lar temporário e encaminhando esses animais para uma adoção responsável”

Caryne tinha um emprego na área jurídica e decidiu abandonar para exercer algo que realmente a fizesse feliz. Por ter um contato tão próximo com a causa, pois já era voluntária há 9 anos, passou a cogitar ter isso como fonte de renda.

“Comecei a pesquisar o ramo e não encontrei muitas pessoas que trabalhassem em Lins como pet sitter ou/e dog walker. Foi aí que decidi implantar esse projeto aqui com o apoio do meu namorado, João Victor, que trabalha comigo.

Caryne e João Victor/ Arquivo pessoal

Convidamos então Caryne para explicar um pouco sobre essas funções que ainda são uma novidade aqui em Lins. Confira:

Pet Sitter

Pet Sitter nada mais é do que um cuidador de animais. É ideal para quando o tutor precisa se ausentar e não tem quem cuide do seu animalzinho. No caso de Caryne, trabalham com duas modalidades: cuidados na residência do tutor e hospedagem na minha residência.

Ambas tem pontos positivos e negativos. Cabe ao tutor avaliar qual a melhor opção considerando alguns pontos:

Cuidados na residência do Tutor

Pet Sitter vai até a residência do tutor, higieniza o ambiente, comedouros, bebedouros, trocar água, alimenta, administra medicamentos, troca de curativos e, claro, brinca com o animal e dá muito amor. As visitas são registradas com fotos, vídeos e um relatório é enviado ao tutor ao final da visita detalhando as atividades realizadas. A quantidade de visitas diárias variam de 1 a 3 conforme o plano que o tutor escolher.

O principal benefício é o fato do animal já estar ambientado! Ele não precisará sofrer com a mudança de ambiente e ficar estressado. O lado negativo é que ele não terá atenção em tempo integral. Somente, durante o horário de cada visita que dura em torno de 01hr cada (o tempo varia conforme a quantidade de animais na residência e o tamanho do ambiente que será higienizado).

Cuidados na residência da Pet Sitter

Os cuidados são os mesmos: higienização do ambiente, comedouros e bebedouros, alimentação e troca de água. Por não trabalhar com baias o animal não se sente estressado por estar em um ambiente pequeno. O pet fica solto pela casa, tem livre acesso em um ambiente seguro com muros altos, e portões fechados para eliminar qualquer risco para o animalzinho.

O principal ponto positivo é que eles recebem atenção em tempo integral, muita brincadeira e carinho. Caryne conta, ainda, que usa algumas táticas para que os pets se sintam a vontade em sua casa mesmo que na primeira visita:

Na hora de dormir, o pet dorme comigo no meu quarto, é mais uma forma para que ele se sinta acolhido. Trabalho também com musicoterapia para aliviar o estresse e ansiedade do animal”

Mesmo nessa modalidade, Caryne se coloca à disposição do tutor a qualquer momento do dia, e o mantém informado com fotos e vídeos de seu animalzinho.

Dog Walker

Os passeios são extremamente importantes para os cães, pois, eles precisam gastar a energia acumulada. A atividade ajuda a melhorar a qualidade de vida, condicionamento físico, perda de peso, além de, controlar o estresse e ansiedade. É aí que entra o Dog Walker ou passeador de cães.

“Ajudamos o tutor que por algum motivo não pode levar o seu cão para passear, então, fazemos isso por ele. Para trabalhar dessa forma é necessário segurança, técnicas, compreensão e muito amor pelo o que faz.”

A quantidade de passeios variam conforme o plano contratado pelo tutor. Há planos 1 a 7 vezes por semana. Também é possível contratar passeios avulsos. É recomendado que cada passeio dure, pelo menos, 45 minutos. Caryne

“Nós trabalhamos com 60min de passeio. Mas fazendo pausas para que o cão possa descansar e tomar água, sempre respeitando o limite de cada animal”

Você pode acompanhar e solicitar o trabalho da Caryne pelo Instagram @petsitter_ca


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


Esse conteúdo é um oferecimento Univem, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Lins.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui