Esse conteúdo é um oferecimento da Imobiliária Jaú, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Jaú.

João Ribeiro de Barros, nome de um dos maiores aviadores da história do país. Nascido na cidade de Jaú, seu amor pela cidade também sobrevoava os ares.

Com uma família grande, concluiu sua etapa perfeitamente nas escolas e ruas de Jaú. Sua carreira como piloto se iniciou na cidade de Campinas, pela Escola de Aviação e adquiriu seu primeiro documento como aviador, o famoso ”brevet”. No ano de 1923, João Ribeiro iniciava oficialmente sua carreira como piloto!

Um dos maiores desejos de João Ribeiro, sempre foi realizar um voo transatlântico, mas suas tentativas eram falhas desde o começo da carreira. No ano de 1926, ele construiu uma tripulação e deu o início ao projeto, ”reide”, (nome dado para travessias em áreas transatlânticas). Sua ideia inicial, era partir do Brasil e ir para a Europa e concluir o trajeto realizando uma travessia transatlântica.

O Jahú

Com seus próprios recursos, João Ribeiro adquiriu na Itália uma aeronave Savoia-Marchetti S.55, e concluiu diversas reformas melhorando sua velocidade e sua autonomia. O amor por sua cidade natal era tão grande, que batizou sua nova aeronave com o nome de Jahú, (ortografia usada na época).

A tão sonhada travessia

No ano de 1926, ele finalmente realizou a sua tão sonhada travessia. No dia 28 de Abril, ás 4:30 da manhã, partindo de Santiago, cruzou o atlântico com seus três companheiros a bordo, em sua aeronave Jahú, chegando às 17h00 na enseada norte de Fernando de Noronha. Em sua travessia, também foi concluído um recorde de velocidade.

Pelo sucesso mundial de sua travessia, João Ribeiro recebeu títulos e homenagens de alguns lugares do mundo, como:

  • Legião de Honra – concedida pela França.
  • – Cruz Gamada – a mais elevada condecoração dada a um civil à época pela Alemanha.
  • – Comenda da Cruz de Malta – concedida pela Itália.
  • – Sócio Honorário do Aeroclube do Brasil.
  • – Um telegrama de congratulações enviado por Alberto Santos Dumont.

João Ribeiro de Barros não teve filhos e nem se casou, faleceu no ano de 1947. Atualmente em sua cidade natal, existe um monumento em sua homenagem, na praça Siqueira Santos. O monumento recebe visitantes, tornando-se um dos pontos turísticos da cidade e homenagens são feitas ali, para o aviador.

Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Esse conteúdo é um oferecimento da Imobiliária Jaú, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Jaú.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui