Recentemente, mais uma atividade se juntou às opções de atrativos turísticos itupevenses. E essa atividade, cá entre nós, ninguém duvida que seja completa! Estamos falando, claro, de andar de bicicleta! 🚲

A bike, apesar de simples, é um veículo completo, não é mesmo? Afinal, além dela servir como meio de locomoção pela cidade, contribuindo dessa forma no alívio do trânsito e também pro meio ambiente, ela também pode ser usada tanto para momentos de lazer com a família e amigos como para exercícios físicos! 🚴‍♀️🚴‍♂️

E aqui na cidade, levamos o andar de bicicleta pra um ooutro nível – pra um, aliás, que é um dos nossos pontos fortes: o turismo! Foi lançado em agosto de 2020 o programa de “Rotas de Cicloturismo” da cidade, que hoje já contam com 9 opções, totalizando cerca de 250 km de percursos e níveis de dificuldade diferentes.

Cicloturismo

De acordo com informações da Prefeitura de Itupeva, a cidade recebe em média mais de 3 mil ciclistas semanalmente, e a expectativa com as Rotas de Cicloturismo é aumentar tanto a prática da modalidade para quem mora aqui, como também impulsionar o turismo local.

“Itupeva é apropriada para várias modalidades de ciclismo, e por isso está se tornando um destino certo para os amantes do pedal. Os apaixonados pelo ciclismo de estrada encontram nas curvas, na topografia e na beleza das estradas do município, um lugar perfeito para a prática na modalidade Mountain Bike contemplativa, aquela que o ciclista não quer competir, mas se exercitar e apreciar o verde e as paisagens rurais”, destaca Valdirene Pavan, Secretária de Agricultura, Cultura e Turismo de Itupeva.

(Foto: PMI/ Reprodução)

Rotas

Ao todo, são cerca de 250 km divididos em 9 rotas que contemplam diferentes itinerários, distâncias, tempos previstos, graus de dificuldade e ganhos de elevação:

  • Rota do Limoeiro: 33,3 km
  • Rota Dez Fazendas: 49,7 km
  • Rota Caminho do Amor: 21,5 km
  • Rota Lagoa Grande: 16,3 km
  • Rota Fácil: 21,9 km
  • Rota Beira Rio: 11,3 km
  • Rota Fantasma: 40,5 km
  • Rota Camaleão: 15,4 km
  • Rota Igreja de Pedra ao Guacuri: 29,7 km
(Foto: PMI/ Reprodução)

Em março de 2021, cada uma das rotas também ganhou placas indicativas e um mapa com informações básicas do trajeto – como localização e elevações -, disponível neste link. Ah, e neste post na página da Prefeitura você também confere um tour pelas rotas. Vale a pena conferir. 😉

‘Orlando brasileira’

Segundo o Guia Turístico 2020 da Prefeitura de Itupeva, a cidade possui atualmente cerca de 50 opções entre atrativos turísticosgastronômicos, de culturahistória e lazer, além do suporte dos meios de hospedagem e de informações turísticas municipais.

E foi justamente pela ótima estrutura de acolhimento e de alternativas turísticas, além da possibilidade de crescimento dessa atividade no município, que no ano de 2017 Itupeva passou a integrar o seleto grupo dos 140 Municípios de Interesse Turístico de São Paulo – e a comparação com a cidade de Orlando, um dos destinos turísticos mais cobiçados do mundo, como explicamos aqui.


Legal, né? E aí, você já conhecia as Rotas do Cicloturismo da cidade? Vai curtir com a família? Conta pra gente aí embaixo nos comentários! 😉

Fonte: Prefeitura de Itupeva (1 e 2)


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem alguma informação bacana de Itupeva e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: jornalismo.itupeva@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui