O Fusca é um sucesso desde 1935, ano em que foi lançado e mesmo com o passar dos anos, e muitos outros carros o ultrapassando, o clássico acumula milhares de fãs ao redor do mundo que se negam a se desfazer do automóvel. Assim aconteceu com as integrantes do Darling Beetle, um grupo de mulheres amantes doFusca que personalizam e cuidam do carro, arrancando olhares encantados de todos. 

O grupo foi formado em 2019, quando a fundadora Natali Cujari foi a um encontro de carros antigos e percebeu que a maioria dos proprietários dos automóveis eram homens e que o espaço tinha uma carência feminina. Lá ela conheceu a Bruna, que também tinha um Fusca e o interesse em comum fez elas se unirem.  

A partir daí, foi aparecendo automaticamente outras meninas. No início, o grupo era formado apenas por amigas e conhecidas, com as exposições, mais mulheres apaixonadas por Fusca foram se juntando. Lola Aleixo, uma das responsáveis do Darling Beetle, nos contou que desde o começo as meninas tinham vontade que o grupo crescesse e fosse reconhecido de uma alguma forma, mas não esperavam que fosse tomar a proporção que vem tomando.

Atualmente o grupo já conta com 50 mulheres, sendo cada uma do seu jeito, têm as mais quietas, outras mais falantes, algumas são mães, casadas, empreendedoras, cada uma com a sua rotina e diferenças, mas o que as une é o amor pelo Fusca.  

Tentamos ao máximo prevalecer o respeito dentro do grupo, pois lidamos com diversas opiniões, mas sempre buscamos lembrar que queremos que todas as meninas se sintam bem-vindas e livres dentro do grupo. Todas se ajudam quando uma precisa da outra, seja para socorrer quando o Fusca para de funcionar ou pra acolher quando precisa de um ombro amigo. Sempre estamos juntas!

Ao perguntarmos de onde veio a paixão pelo Fusca, a Lola nos respondeu: Sabe aquela sensação de “não precisamos de muito para sermos felizes, mas sim de ver as bênçãos nos pequenos detalhes e em cada conquista”? O Fusca é, na maioria das vezes, uma máquina de fazer amigos, basta ter um pra entender o que estou falando. É incrível!  

O cuidado com o carro é indispensável e isso, as meninas têm de sobra. Elas sempre estão lavando, encerando, gastando com peças para personalização e novos acessórios. 

Hoje em dia os maridos/namorados das integrantes já acostumaram à receber as encomendas do Correio e perceber que é peça de Fusca, ao invés de roupas ou outros acessórios pessoais. O lado bom é que para acertar no presente de aniversário ficou mais fácil haha  

Desde quando Natali decidiu formar um grupo automobilístico de mulheres, já sabia como o espaço pertencia ao mundo masculino. Mas isso fez a motorista continuar nesse sonho para criar o Darling Beetle e ser uma representatividade feminina nessa área. Com a ajuda de parceiros, as meninas iniciaram um curso de mecânica básica para evitarem passar por situações constrangedoras com mecânicos, apenas por serem mulheres, o que ocorre com frequência.  

No início tivemos uma certa dificuldade de mostrarmos que não estávamos ali pra competir ou afrontar os demais grupos (formado por sua maioria por homens), mas com o tempo fomos mostrando que buscávamos união e respeito e, que esse mundo de carros antigos tem espaço para todos. O principal fundamento do grupo é esse, ser representatividade para todas as mulheres, pra elas saberem que podemos muito juntas, no meio feminino vemos que ainda existe a tal da competição, porém é justamente contra isso que lutamos, por sermos umas pelas outras.  

Todo esse sentimento de amor e carinho pelo clássico Fusca, uniu as 50 mulheres como se fossem uma família! E esse cuidado que as meninas têm pelo carro, fazem os visitantes das exposições se encantarem e interessarem pelo veículo.

Projetos Sociais

Além de você poder ver os belos Fuscas nas exposições, as motoristas também as usam para arrecadar doações para pessoas que precisam. As ações começaram durante a pandemia, quando notaram que muitas famílias ficaram desestruturadas e sabiam que com o pouco que fizessem para ajudar, poderiam ser muito pra aqueles que realmente precisavam. Daí sentiram a necessidade de usar o grupo de uma forma solidária para beneficiar pessoas carentes.  

A partir da primeira ação social, percebemos que a Darling Beetle podia fazer muito mais, além de sermos um grupo de mulheres tentando conquistar o seu espaço. Então sim, hoje as ações sociais é uma missão do nosso grupo. 

As integrantes do Darling Beetle buscam beneficiar ONG’S e projetos, das quais não possuem quaisquer fins lucrativos, não governamental e independentes. Atualmente, o grupo ajuda crianças da Turma do João e também de Aldeias Infantis.  

Se você se interessou pelo Darling Beetle e todas campanhas solidárias que as meninas realizam, no dia 12 de setembro (domingo), as integrantes do grupo levarão os Fuscas para uma exposição no estacionamento do Museu de Cera às 10h da manhã em prol de arrecadação de doces para o Dia das Crianças

Então bora aproveitar para ver os Fuscas e também contribuir com a doação levando doces às crianças! 😊 

Veja mais histórias: Histórias Inspiradoras


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! Para ficar por dentro das notícias boas de Foz, acompanhe a gente nas redes sociais. Instagram: @solutudofozdoiguacu e Facebook: Solutudo Foz do Iguaçu. E se você conhece alguma história bacana de Foz e quer que ela seja contada aqui, entre em contato com a gente no email: jornalismo.foz@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui