Imagine que você é um adolescente que começa a treinar na pista de atletismo de sua cidade sonhando um dia ser atleta profissional. Cerca de cinco anos depois, está na final das Olimpíadas representando seu país diante dos homens mais rápidos do mundo.

Incrível, né? Pois, saiba que este conto de fadas aconteceu de verdade e começou em Boituva, nas passadas rápidas de Alexander Russo, um dos principais nomes do atletismo brasileiro.

Alxander Russo (à esq.) dispara na final do revezamento 4×400 metros nas Olimpíadas Rio-2016 – Instagram/Alexander Russo

Aos 27 anos, Alexander, atualmente, mora em Presidente Prudente, onde representa o clube Grêmio Prudente. Mas os primeiros passos foram na Escolinha de Atletismo da Prefeitura em Boituva, após se destacar nas aulas de educação física ainda na escola. Ele recorda como um período muito precioso, pois teve a oportunidade de iniciar sua vida esportiva.

“O professor Alan Antunes fez um excelente trabalho comigo. Treinando ali no recuo do campo de futebol do Gamitão, eu e ele conseguimos alcançar bons resultados”, recorda.

Prata no Troféu Brasil de 2018, Russo está entre os principais nomes do atletismo nacional – Instagram/Alexander Russo

O atleta confessa que retornar ao início de sua história esportiva mexe com ele. “Eu amo demais lembrar de onde tudo começou. Quando vou lá visitar, passa um filme na cabeça”.

Os pais e avós de Alexander moram em Boituva e volta e meia o atleta vem para cá visitá-los. “Eu amo muito esta cidade. Foi onde tudo começou, então minha gratidão será eterna à cidade e seu projeto”, fala o atleta.

O jovem atleta boituvense treina para disputar o Campeonato Mundial de Atletismo que será realizado em julho na cidade de Eugene (Oregon), nos EUA.

“Ainda não conquistei minha vaga e estou trabalhando duro para isso”, explica.

Russo (à esq,) comemora com a equipe a classificação para a final do revezamento 4×400 metros na Rio-2016 – Reprodução/Fox Sports

Nos 400 metros rasos, já foi medalha de ouro no Campeonato Sul-Americano Sub-23 e no Campeonato Brasileiro. Mas o que marca o coração e a memória de Alexander de forma definitiva é o dia 20 de agosto de 2016, a final do revezamento 4×400 metros das Olimpíadas Rio-2016, no Rio de Janeiro..

“A lembrança mais bacana que eu tive é da torcida brasileira. Quando eu estava para entrar na pista, caminhando debaixo da arquibancada, eu sentia tremer tudo e escutava o som da torcida, parecia cena de filme, tipo um Coliseu e eu entrando para a batalha”, recorda.

Atualmente Alexander vive e treina em Presidente Prudente mirando o Mundial de Atletismo em julho, nos EUA – Instagram/Alexander Russo

A fé de Alexander encontra em Deus a fortaleza para se superar a cada prova. “Deus é maravilhoso! Permitiu sonhar e vivenciar meus objetivos. Chegar ao alto rendimento não é fácil e permanecer nele é ainda mais difícil”, conta.

O segredo? Muito foco, determinação, disciplina e dedicação. “É viver o esporte 24 horas, pensar em detalhes e sempre almejar ser melhor a cada dia”, finaliza.

Competir na final olímpica foi uma emoção inesquecível para o atleta boituvense – Instagram/Alexander Russo

Por fim, ele dá a receita de suas conquistas. “Com muita oração, treinos duros e fé, tudo é possível”.

Você pode acompanhar Alexander Russo no Instagram e no Facebook.


Gostou do conteúdo? Nosso aplicativo está recheado de boas histórias de Boituva. Baixe agora mesmo e descubra um mundo de possibilidades!

Para baixar para Android clique aqui
Para baixar para IOS (Iphone) clique aqui


Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Boituva e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: [email protected]

SolutudoDeBom! Obrigado por ler, e confiar em nós. A nossa missão é ajudar você a conhecer melhor a cidade em que vive! 💜

Nos siga nas redes sociais.

Fale com o autor

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui