Em 1824 a população local comemorava a assinatura da Carta Régia, esta que resultou na emancipação do estado de Sergipe. O decreto foi assinado no dia 08 julho de 1920, porém por questões políticas o documento só foi oficialmente registrado no dia 24 de outubro de 1824, sendo assim decretado nesta data o Dia da Sergipanidade. Por isso hoje iremos listar quatro motivos de termos orgulho de ser Sergipano!

Sergipe é o país do forró

dia da sergipanidade
(Foto:Infonet/Reprodução)

Sergipe é o embrião do forró. Na nossa terra veio Clemilda, Rogério, Dorgival Dantas, Chico Queiroga e Antonio Rogério. De ponta a ponta na época do São João, todo o estado entra no clima de festa, onde acontecem diversas atrações como o reconhecido Forró Caju.

A tradição do forró em Sergipe é uma das principais identidades e marcas da nossa terra. Quem vem de fora para o São João nunca esquece das guerras de fogos, da fogueira acessa,das quadrilhas juninas, das comidas típicas, do chapéu de palha e das bandeirolas no céu.

dia da sergipanidade
(Foto:Escolakids/Reprodução)

Rio São Francisco

O rio São Francisco é o maior rio totalmente nacional e um dos mais importantes do país. Com cerca de aproximadamente 2.700 km, o que é equivalente a 8% do território nacional. O Rio São Francisco drena uma área de aproximadamente 641.000 km² com um vazão de 2.846 por segundo. Sua beleza encanta os olhos de quem passa pela rodovia entre Pirapora e Juazeiro/Petrolina.

Devido as barragens das hidrelétricas de Paulo Afonso e Xingó, o rio São Francisco tem seu aproveitamento integrado ao sistema rodoferroviário da região.

Fonte:Escola Kids Uol

dia da sergipanidade
(Foto:Escola da Inteligência/Reprodução)

Literatura de Cordel

Um fator forte na raiz Sergipana é a literatura de cordel. Popularmente escrito em forma de poesia e rimado, o cordel é uma espécie de história em quadrinhos sertaneja.  Seus contos buscam a fundo a história, que muitas vezes, se inspiram no nosso povo nordestino e batalhador. O gênero literário típico foi fundado em 1988 pela Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

dia da sergipanidade
(Foto:IstoéSergipe/Reprodução)

Amendoim Cozido

Reconhecido como patrimônio imaterial de Sergipe, o amendoim cozido é um produto importante para agricultura, onde também virou símbolo da nossa identidade. Em nenhum outro lugar do país é possível encontrar tal iguaria.

Segundo a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro), os últimos dados da produção do amendoim são de 2015 quando acumulou 3.824 toneladas, contra 3.572 do ano anterior. Tudo que é produzido no campo é repassado para atravessadores, que levam o produto às feiras livres da região, e à Central de Abastecimento de Sergipe, além do Mercado Central da Capital, praias da Orla da Atalaia e do todo o litoral do estado.

Nossa terra enche o coração de orgulho e amor. Quem conhece Sergipe nunca esquece, tanto que estamos no índice de melhor qualidade de vida do Brasil. Parabéns a Sergipe e aos Sergipanos que escrevem diariamente essa história.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você
conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada
aqui, entre em contato pelo e-mail:sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui