Ano passado, durante a transmissão da partida entre Palmeiras e Corinthians pelo Brasileirão, a atitude de uma torcedora chamou muita atenção. A palmeirense Silvia Grecco, das arquibancadas do estádio, narrava o jogo para seu filho Nikkolas, que é deficiente visual e autista.

Segundo Silvia, o filho fica animado com futebol antes mesmo de chegar ao local do jogo. No entanto, não conseguia se acostumar com os fones de ouvido usados para acompanhar a partida e sempre os tirava. Assim, não conseguia compreender o que acontecia em campo.

A mãe, notando sua dificuldade, decidiu então ser locutora particular do garoto. À seu modo, Silvia começou a descrever tudo que acontecia, dentro ou fora das quatro linhas. Desde os lances e jogadas, passando pelo estilo de cabelo e roupa dos jogadores e até os gols, ponto alto da emoção nas partidas.

Torcedora mantinha o hábito de narrar os jogos para seu filho, um amante da modalidade assim como a mãe (Foto: Reprodução/ Facebook)

Reconhecimento

Na mesma época, mãe e filho foram convidados pelo time alviverde para comparecer a um treino e conhecer o Allianz Parque. Foram recebidos por Felipão, que os apresentou a cada um dos jogadores.

Os dois puderam entrar nos vestiários, onde o menino vestiu a camisa do Dudu, atacante do verdão. A entrada do garoto para o campo inclusive, foi pelo acesso principal usado pelos jogadores. Puderam viver todas as experiências por completo!

O prestígio dado ao apoio de Silvia para seu filho ganha agora uma nova proporção. A locutora das partidas de Nikkolas concorre a uma das categorias dos Melhores do Ano eleitos pela Federação Internacional de Futebol (FIFA).

O prêmio

Silvia concorre pela categoria de Melhor Fã da temporada 2018 (The Best Fan Award). Outros dois disputam a premiação. Por um lado a torcida da Holanda, que incentivou o time feminino da modalidade na Copa Feminina este ano, na França, e ficou conhecida como “Maré Laranja”.

Do outro, o uruguaio Justo Sanchéz, torcedor do Cerro que perdeu seu filho em um acidente de carro em 2016. O jovem torcia para o time rival do pai, o Rampla Juniors, e faleceu após sair de uma partida. Com isso, o pai passou a acompanhar os jogos do Rampla com uma bandeira onde se lia “Nico sempre presente”.

O resultado será divulgado no próximo dia 23, na noite de gala da premiação, que acontecerá em Madrid.

Em maio, a Fifa compartilhou em suas redes sociais um vídeo emocionante contando um pouco sobre a história da dupla. A produção faz parte de uma campanha chamada “Sheroes”, junção das palavras ‘ela’ (she) e ‘heroínas’ (heroes), em inglês que conta a história de guerreiras ligadas ao esporte.

Sheroes: The mom who sees the game for her son (Ela Heroína: a mãe que via o jogo por seu filho)

Sheroes: The mother who sees the game for her son

Ahead of the #FIFAWWC, we are proud to bring you the first of a new six-part series of video stories. Focusing on females with inspirational stories that fuse ‘The Beautiful Game’ and love.We hope you enjoy the heartwarming story of Brazilian mother Silvia Grecco and her son Nickollas. Who is a massive SE Palmeiras supporter… and blind. 💚 #Sheroes

Posted by FIFA Women's World Cup on Friday, May 31, 2019

Visibilidade

Silvia faz questão de deixar claro que sua intenção não é se autopromover. Em uma publicação em seu Facebook, em que fala da entrada em campo de seu filho com o atacante da seleção brasileira Neymar Junior, a mãe faz questão de ressaltar os motivos pelos quais ela luta.

Além do bem-estar do seu próprio filho, Silvia ainda se preocupa com a exclusão sofrida por portadores de deficiência no mundo dos esportes. Por conta da falta de acessibilidade e do preconceito, pessoas deficientes não têm a possibilidade frequentar jogos esportivos.

A bandeira que mãe e filho levantam é a do #nósexistimos. Assim, buscam colocar em evidência a luta por melhores condições para pessoas com deficiência. Dessa forma, essas pessoas poderão ter suas alegrias e paixões sem nenhuma restrição.

Essa foto representa tanta coisa. Na verdade esse momento representa muito. Tudo aconteceu na nossa vida muito rápido….

Posted by Silvia Prin Grecco on Saturday, September 7, 2019

Fonte: Razões para acreditar; Esporte Fera;


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui