Esse conteúdo é um oferecimento Univem e Colégio Bezerra de Menezes, instituições referência em educação e que apoiam as boas notícias em Marília.

Guaracy Marques Pinto, popularmente conhecido como Pé de veludo, nasceu no ano de 1943, foi e é, até hoje, um dos criminosos mais conhecidos da cidade, curiosamente tido para muitos como santo. Esse personagem icônico na história mariliense, ficou conhecido por crimes ousados, bilhetes para as vítimas e distribuição de parte do que furtava.

Guaracy “Pé de veludo” (à esquerda) e Robin Hood (à direita)

Pé de veludo invadia as casas enquanto os moradores ainda estavam dormindo. Além do furto, ainda comia, usava o banheiro, analisava as casas e deixava bilhetes em que elogiava a comida e até a decoração.

Sua fama de Robin Hood se devia ao fato de dedicar-se às famílias pobres de periferias da cidade de Marília que rendeu a ele a fama de santo. Comprava comida para famílias pobres e doces para crianças do bairro.

Lembrado como o herói mítico Robin Hood, da obra escrita por Howard Pyle em 1883, o anti-herói mariliense, Pé de Veludo, ainda é uma figura polêmica para quem conhece sua história.

Robin Hood, obra de Howard Pyle (1883)

Guaracy “Pé de Veludo” Marques, foi morto aos 21 anos em um violento tiroteio com a polícia local, após recusar-se a sair de sua casa, a história conta que o tiroteio durou cerca de 3 horas. Entretanto o que matou Pé de Veludo foi um gás atirado pela polícia. Dois de seus irmãos foram mortos alguns dias depois.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


Esse conteúdo é um oferecimento Univem e Colégio Bezerra de Menezes, instituições referência em educação e que apoiam as boas notícias em Marília.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui