Entra ano, sai ano, e uma das coisas que quase sempre consta na lista de resoluções para o ano novo de muita gente são os livros! 📚 Dos iniciantes até os experts na leitura, iniciar um novo ano é sinônimo de querer ler algo novo, construtivo, que ajude no crescimento pessoal ou profissional. 💪

E olha, aqui para o pessoal da Solutudo não é diferente, viu? Eita povo que gosta de ler esse! 🤭 E para celebrar o Dia do Leitor, comemorado neste dia 7 de janeiro, convidamos cada um do Solutime a contar um pouco de seus livros favoritos! 🤩

solutime que curte livros!

Nosso diretor, o Gustavo Colturato, por exemplo, gosta de se dedicar à leitura de livros que lhe acrescentem conhecimentos relevantes para o dia a dia, e que em sua opinião, “nunca somos os mesmos após a leitura de um bom livro”. 🤗 Já para nossa Analista de Marketing, Maria Bandre, livros que nunca lhe haviam chamado a atenção, como o clássico Cem Anos de Solidão, a surpreenderam quando finalmente lidos: “para mim foi uma grande surpresa. Ele nunca tinha chamado minha atenção, mas tive que ler para um trabalho da escola eu amei“, conta. 😍

Enfim, cada um compartilhou experiências literárias incríveis, como essa aqui do nosso responsável pelo Sucesso do Cliente, Eduardo Vicente, que abre nossa lista de Solulivros! 😁💜

Eduardo

Quando era criança existia a matéria de literatura no colégio, tínhamos que ler um livro a cada 6 meses. Eu nunca fui uma pessoa muito imersa em leitura, muito menos obrigatória em leitura clássica nacional. O fato de ter TDAH fazia com que eu “lesse” capítulos inteiros e não absorvesse nada, tendo que voltar no começo entrando em um looping quase sem fim.

A ajuda acabava vindo sempre da minha avó, leitora ferrenha de livros de romance. Ela lia os livros em voz alta para mim antes de dormir, hábito que virou tradição por praticamente toda minha infância. Conheço quase todos os clássicos, mesmo tendo lido poucos, graças a ela.

Quando estava na quinta série, a professora de literatura passou o novo livro do semestre, e “Dom Casmurro” era a escolha. Ela comentou que era um livro curto e com ótimos pontos de análise do que realmente acontecia na história. Cheguei em casa, liguei para a minha avó e comentei sobre o novo livro. Ela de imediato disse: “Eduardo, este eu não vou ler para você, vai por mim, Dom Casmurro você vai gostar de ler sozinho”.

capa de dom casmurro em primeiro plano e ao fundo uma estante de livros em uma biblioteca
(Foto: Bruna Scheifler/ Reprodução)

No momento fiquei meio chateado, mas acreditei na minha avó e fiz um esforço. Na primeira semana eu já estava na metade, e em menos de 2 semanas eu já estava escrevendo a resenha do livro com maior afinco possível. 

Levo a história de Bentinho e Capitu como o entender que, às vezes, o que falta é encontrar o que te agrada e que não vale a pena desistir de algo só por alguns insucessos no início. Atualmente, eu não sou um leitor assíduo, porém tento encontrar as literaturas que vão conseguir prender minha atenção, como Dom Casmurro e minha avó me ensinaram.

Gustavo

Difícil elencar apenas 3 livros que eu recomendaria para as pessoas, sou apaixonado por conhecimento e leitura e acredito que esse hábito tem o poder de nos transformar.

Admiro muito o Flávio Augusto e acompanho seu trabalho e conteúdo há algum tempo, e em “Ponto de Inflexão” ele conta em detalhes momentos e decisões que mudaram o rumo da sua vida e carreira. De forma didática e inspiradora, pude entender melhor como nossas escolhas e ações influenciam nossos resultados e nosso caminho, além de conhecer a trajetória de um dos maiores empreendedores do país.

capa de ponto de inflexão, um dos livros escolhidos por gustavo, sobre uma mesa e ao lado de um notebook
(Foto: Reprodução)

Pense e Enriqueça” li no ano passado e me fez cair várias fichas. Adoro ler tudo que o Napoleon Hill escreveu, mas esse livro em específico é bastante dinâmico, direto e me fez olhar para o mundo de uma forma diferente. A vida do autor foi dedicada a estudar e entender como as pessoas mais ricas do mundo construíram suas fortunas. O interessante é que ele traz, em toda a sua literatura, as características comuns de todos eles. Achei esse livro realmente incrível, afinal, entender e aprender com quem chegou onde você deseja é o melhor caminho.

Em um país onde a grande maioria da população vive endividada, entender o caminho para atingir a tão sonhada independência financeira é fundamental. A educação financeira é imprescindível para a população e “Pai Rico, Pai Pobre” é a base para aprendermos como devemos olhar para o dinheiro.

Maria

Girlboss” foi um dos primeiros livros sobre empreendedorismo que li, e simplesmente amei. Conta um pouco da trajetória da Sophia Amoruso, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. O livro possui ilustrações com frases que nos fazem refletir sobre como gastamos o dinheiro e como ele pode ser usado. Possui uma linguagem simples e cada capítulo vai te envolvendo, fazendo com que você queira saber mais sobre como pouco a pouco ela vai crescendo com seu negócio. Embora dê várias dicas focadas no segmento de moda, vale para todos os que desejam empreender e fazer crescer seu negócio. Aliás, o livro reforça muito o empoderamento feminino. 

Em “Cem Anos de Solidão“, é incrível como a história da família Buendía vai te envolvendo e, embora seja uma fantasia, você vai se identificando com as características de cada personagem, todos bem descritos – não à toa que Gabriel García Márquez ganhou um prêmio Nobel. Recomendo para quem gosta de fantasia e está interessado em ler obras clássicas latino-americanas. 

(Foto: NotaTerapia/ Reprodução)

Não podia faltar “O Pequeno Príncipe“, um livro perfeito para todas as idades, um livro que você pode ler quantas vezes quiser e sempre vai achar um novo significado. Esse foi um dos primeiros livros que meu pai me deu de presente. Lembro que na época eu não gostava de ler, mas meu pai sempre me incentivava. Quando o li amei muito, me deu uma perspectiva mais ampla sobre a vida, e quando terminei fiquei com uma ‘nostalgia literária’. Todo mundo, sem dúvidas, deveria lê-lo pelo menos uma vez na vida.

Gustavo Sabino

O livro “O Universo Numa Casca de Noz“, escrito por Stephen Hawking, fala sobre diversos temas ligados ao universo. Tem como propósito ser uma leitura de fácil entendimento até mesmo para leigos. O primeiro capítulo, que tem por título “Uma Breve História da Relatividade”, fala um pouco da vida de Albert Einstein e a teoria da relatividade. O capítulo dois “Forma do tempo” aborda temas variados sobre o tempo em relação ao universo. Estes dois capítulos têm por intuito introduzir os temas para facilitar o entendimento dos próximos assuntos: temas como o Big Bang, a expansão do universo, as possíveis dimensões existentes, buracos negros, viagens no tempo… Todo o livro, na verdade, é uma verdadeira viagem!

E falando em Buracos Negros, o livro de mesmo nome é baseado em uma palestra na rádio BBC sobre o estudo dessas regiões do Universo. Na obra, Hawking explica os fundamentos físicos e e o funcionamento dos buracos negros, e como eles são totalmente fora das leis da física atualmente conhecidas. Tudo sobre os temidos buracos negros, tanto na prática quanto na teoria, é muito bem tratado no livro, com bastante clareza e didatismo, tornando mais fácil o entendimento dos leitores leigos.

a seleção do gustavo sabino inclui dois livros do físico inglês stephen hawking
(Foto: Reprodução)

Kevin

Escrito em 1938, o livro “Mais Esperto que o Diabo” traz uma ‘entrevista’ com o diabo, ocasião em que ele próprio conta seus métodos para alienar as pessoas a terem pensamentos limitantes e medíocres, fazendo dessa forma com que ‘sirvam às trevas’. Mais esperto que o diabo, Napoleon então expõe suas artimanhas malignas para que, dessa forma, as pessoas tomem consciência delas e não caiam mais em suas maracutaias. 

Thiago Nigro, fundador do canal no YouTube “O Primo Rico”, conta no livro “Do Mil ao Milhão” parte de sua história e a trajetória de como ele saiu do patamar de ganhar um salário mínimo por mês para o de construir um dos maiores canal de investimentos e educação financeira do mundo! O autor também ensina maneiras de investir e gerir suas finanças de modo que você possa viver bem e continuar investindo – isso sem cortar o cafezinho.

Mateus

Gostaria aqui de destacar duas leituras de 2020, ano em que tive a oportunidade de começar algumas leituras bem interessantes! Embora contrastantes em seu conteúdo – um certo ‘sagrado x profano’ -, ambos os títulos abordam uma mesma temática: os jovens.

Meu primeiro destaque fica para “Deus é Jovem“, livro nascido a partir de uma entrevista do Papa Francisco concedida ao jornalista italiano Thomas Leoncini no ano de 2018, às vésperas do Sínodo sobre os jovens. Na obra, o Pontífice reflete acerca de temas relevantes para a juventude do século XXI e suas preocupações para os problemas contemporâneos desses, como o uso de drogas, depressão e o desemprego.

livros contrastantes (em abordagem e formatos) mas iguais em temática: os jovens!

Virando a moeda, aqui uma leitura um pouco mais descompromissada e que, confesso, já estava um pouco ‘empoeirada’ na minha lista de leitura: o biográfico “MTV, Bota Essa P#$* Pra Funcionar“, do ex-diretor da MTV Brasil, Zico Goes. Com anos de casa, Zico conta os amores, polêmicas e bastidores de um dos maiores ícones culturais para boa parte da juventude brasileira dos anos 90 e que deixou importantes marcas na música e na televisão brasileiras.

Thiago

Um dos livros mais tops que eu já li é o “Seja Foda“, do Caio Carneiro. Eu acredito que este livro te encoraja a viver uma vida com comportamentos e atitudes que te tiram do padrão, que fujam da rotina.

O livro me inspirou a sonhar mais alto, entendendo que tudo depende de mim. Com o livro aprendi que é preciso ter coragem e ousadia para ter sucesso. Como o próprio Caio Carneiro cita: ser foda é ser feliz, otimista, determinado e abundante.

Em resumo, é um livro com conteúdo super interessante para quem está buscando autoconhecimento, com uma linguagem jovem.

um dos livros sobre negócios mais vendidos no Brasil: seja foda!
(Foto: Papeando Livros/ Reprodução)

Nessa primeira semana do ano, além de muita vontade de fazer um 2021 incrível, o time da Solutudo tem sede de muuuitos outros livros! 🤩 Mas diz aí, gostou da seleção dessa galera? 😊 Conta também pra gente aqui nos comentários as suas leituras favoritas e nos ajude a ter um ano novo pra lá de literário! 🥰📖💜

5/5 - (2 votes)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui