Que atire a primeira pedra quem nunca sentiu a garganta raspando ou o nariz gotejado quando o tempo mudou e veio aquele ventinho gelado? Pois é! No inverno, os casos de gripe e de resfriado aumentam e os cuidados com a tal de Gripe H1N1 devem ser redobrados.

Com as temperaturas lá embaixo, a população quer ficar mais quentinha e as pessoas se aglomeram em locais fechados e com pouca ventilação. Segundo o Departamento de Influenza e Virologia Clínica da Sociedade Brasileira de Infectologia, essa atitude, que apesar de realmente espantar o frio, é uma das causas no aumento do número de casos.

O grande problema é que existe a tal de Gripe H1N1, que é perigosa. Ainda mais agora no inverno, o cuidado deve ser redobrado. Para dar um ‘chega pra lá’ nesse vírus existe uma vacina que é oferecida, gratuitamente, pelo Mistério da Saúde para pessoas de grupos prioritários como gestantes e idosos. Quem está fora da faixa considerada prioritária pode encontrar a vacina em clínicas particulares. Em Presidente Prudente, a dose custa entre R$ 80,00 e R$ 120,00. 

Além da vacina, algumas medidas podem ajudar na prevenção da doença. O médico infectologista André Pirajá diz que a higiene é a melhor forma de se prevenir. “A lavagem das mãos é a forma mais eficaz, barata e a melhor forma de prevenção”, explica o profissional.

Os Sintomas

• Febre alta, acima de 38ºC e por um período longo de tempo;

• Dor muscular, mais intensa;

• Insuficiência respiratória após atividades mínimas;

• Dor nos olhos;

• Tosse.

Os cuidados

• Lavar as mãos constantemente;

• Não ficar em ambientes fechados;

• Uso do álcool em gel em estabelecimentos comerciais e para uso pessoal, auxilia quando não for possível lavar as mãos;

• Ao tossir ou espirrar levar a mão à boca.

O que é a Gripe H1N1

A Gripe H1N1 também é conhecida como Influenza A. É a combinação do vírus humano da gripe, com o vírus da gripe aviária e o vírus da gripe suína. 

O vírus H1N1 causa, praticamente, os mesmos sintomas dos outros vírus da gripe. Por isso, a atenção com a intensidade dos sintomas deve ser redobrada e sempre procurar um médio. Só que o melhor mesmo é não ficar doente, né? Então, previna-se e dê um chega pra lá nesse vírus.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E, se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui