A festa em celebração do padroeiro Santo Antônio sempre foi comemorada entre a primeira quinzena do mês de junho, iniciando as festividades juninas, porém devida a pandemia do COVID-19 a festa em sua homenagem teve que ser adiada para o mês de setembro para que seja evitada a proliferação do vírus nas aglomerações entre os fiéis.

A arquidiocese de Aracaju divulgou a nota por meio do Frei Francisco Goncalves esclarecendo sobre a alteração da data da festa, pois a tradição reúne milhares de devotos na famosa Colina de Santo Antonio em Aracaju, onde também fica localizada a paróquia do Padroeiro casamenteiro.

Dia de Santo Antônio, padroeiro de Teresópolis, terá ampla ...
(Foto: Portal MultiPlix/Reprodução)

Além disso, o adiamento da celebração também serve para os outros municípios da nossa capital. O objetivo desta alteração na data busca preservar a vida da população sergipana, porém não exclui o fato de mantermos a nossa fé e homenagear nosso padroeiro em nossas casas.

A história do Santo Antonio

Comemorado pelos católicos brasileiros no dia 13 de junho, a festa de Santo Antonio reúne devotos de todo o mundo para agradecer as graças alcançadas. O padroeiro é conhecido por unir matrimônios e também por ser o “padroeiro dos humildes” por ser uma pessoa caridosa e sempre distribuir alimentos aos mais necessitados, foi daí que surgiu a expressão: “pão dos pobres” ou “pão de Santo Antônio”.

Além das suas boas ações e sua fama de casamenteiro, o padroeiro foi o primeiro doutor da igreja Franciscana, além de ter ensinado em universidades Italianas e Francesas. Sua comemoração em nosso estado abre as festividades juninas, trazendo alegria para seus devotos.


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui