A gente fica entusiasmado quando vemos aquele grupo de motoqueiros andando em triciclos gigantes. Seus usuários com suas roupas e acessórios característicos provocam-nos um mix de curiosidades e alegria. Paramos a observa-los até que saem de vista.

O início de tudo

É este movimento que sempre fascinou Aparecido Francisco, de 45 anos, mais conhecido por Mel. O interesse pela modalidade de transporte começou ainda na juventude. Soldador, viu nas habilidades profissionais a condição de construir o seu próprio triciclo. Reuniu um motor de Santana 1.8 AP e diversos outros elementos automotivos e aos poucos começou montar o seu veículo.

Toda estrutura de suporte e conforto foram confeccionadas por ele. Aos poucos o sonho foi ganhando forma. Já fazem 22 anos que o veículo está apto para uso; atendendo a todas as exigências regulatórias do trânsito, ele exibe com orgulho seu documento e passeia com conforto e tranquilidade pelas ruas da cidade.

Segurança e conforto

Mel afirma que o veículo é seguro. As três rodas de carro dão a estabilidade necessária. O triciclo comporta um acompanhante. Ambos, obrigatoriamente, precisam usar cinto de segurança e capacete.

A alimentação do veículo é feita com gasolina e o consumo é similar ao de um carro comum, haja vista motor ser de um automóvel convencional, embora potente.

Parceiros

Ele afirma não ser o único na cidade que possui este tipo de veículo e que já participou de alguns encontros em que diversos triciclistas se reúnem para um passeio comemorativo.


Ficou com vontade de dar uma volta de triciclo? Já viu algum passando pela rua? O que acha deste veículo? Conte pra gente nos comentários.

FacebookSolutudo Lins Instagram@solutudolins

5/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui