Comemoramos na última segunda-feira (13), o Dia Mundial do Rock! Celebrada desde 1985, você sabia que a data é lembrada é… apenas no Brasil? ?

Pois é, minha gente! A data nasceu por causa do festival Live Aid de 1985, ocorrido simultaneamente nas cidades de Londres e Filadélfia, que tinha o propósito de arrecadar fundos para causas humanitárias na Etiópia. No show da banda Genesis, o vocalista e baterista da banda, Phill Collins, declarou que, a partir daquele momento, o dia 13 de julho seria o ‘Dia do Rock’.

E, apesar da projeção mundial do evento – estima-se que as transmissões televisivas alcançaram mais de 2 bilhões de espectadores em todo o mundo -, a paixão do brasileiro foi vital para que a data colasse e, de fato, acontecesse. Com o apoio das rádios brasileiras, a partir de 1987 começou o costume de celebrar o ‘Dia Mundial do Rock’, mesmo sendo um data brasileira.

Paixão que fala!

O gênero que fez o maior sucesso no século XX continua vivo e bem representado atualmente. E ó, e em nossa cidade temos dois representantes de peso e que tem um trabalho muito bacana! Você já ouviu falar das bandas Estado Imaginário e Spine Shiver? Se não, chegou a hora de conhecer e valorizar o trabalho dessa galera!

Estado Imaginário

A banca tem mais de 5 anos de presença no cenário musical da região, e sua formação atual é de março de 2015: no vocal tem o Douglas Valente, Maurilio Babão na guitarra, Andressa Kaam no contrabaixo e na bateria e percussão o Marcos Salles Lopes. O nome foi inspirado na música da banda Barão vermelho “Pense e Dance” da banda Barão Vermelho:

“Saudações, a quem tem coragem”
Aos que ‘tão aqui pra qualquer viagem
Não fique esperando a vida passar tão rápido
A felicidade é um estado imaginário

A banda tem diversas influências, tanto musicais como literárias, e tem um som (e letras!), ó, de colocar no repeat e não ver o tempo passar!

Spine Shiver

Mais uma banda autoral 100% itupevense é a Spine Shiver, que tem na formação Eli Weirich no vocal e guitarra, Léo Marchi na guitarra solo, Michael Rocha no baixo e na bateria o Pacheco Cash. Os caras estão na estrada já com um álbum digital, o The Road, lançado neste ano de 2020.

Com composições em inglês, o álbum The Road está ó, fresquinho, e promete agradar tanto os fãs clássicos como os novos admiradores do bom rock. Saca só:

Demais, hein? E você, já conhecia o trabalho dessa galera? Gostou? Conhece mais gente aqui de Itupeva que curte fazer um som e tem um trabalho bacana? Fala pra gente aqui embaixo nos comentários! Sem dúvidas o Rock continua bem vivão com essa turma. ?‍??‍?


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Itupeva e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: jornalismo.itupeva@solutudo.com.br

5/5 - (1 vote)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui