1. Cataratas do Iguaçu e a sua calçada da fama

Foz do Iguaçu é conhecida mundialmente por suas maravilhas naturais e claro, grandes nomes do esporte, cinema e até da Família Real da Inglaterra, já passaram por aqui!

2. A história das Cataratas do Iguaçu começa em 1916, graças a Santos Dumont.

A área pertencia a um uruguaio chamado Jesus Val, isso mesmo, toda a área composta pelas Cataratas era uma área particular. Até que em 1916, o inventor do avião se juntou ao Presidente do Estado do Paraná, Affonso Alves de Camargo, para que a área fosse desapropriada e considerada patrimônio público. Isso explica a estátua de Santos Dumont localizada na trilha final do passeio nas Cataratas do Iguaçu. Viva Santos Dumont!

Foto: Embarque na Viagem

3. Materiais usados para a construção da Itaipu construiriam grandes obras mundiais.

O volume de concreto usado na construção da hidrelétrica (12,7 milhões de m³) seria suficiente para a construção de 210 estádios de futebol do tamanho do Maracanã, no Rio de Janeiro. Calma que não é só isso, a quantidade de ferro e aço usada na obra, daria para construir 380 Torres Eiffel, na França! É muito material, né? 😅

Dados: Itaipu Binacional

4. Primeiro Hotel das Cataratas pegou fogo!

Isso mesmo, o primeiro hotel era feito de madeira e infelizmente, teve uma história trágica! Em 1958, um funcionário foi colocar fogo em um cacho de abelha para espantá-las, mas com o descuido… acabou colocando fogo no hotel inteiro! Felizmente foi recontruído e hoje é um dos maiores hotéis da América Latina.

5. Planta que adoça mais que o açúcar foi descoberta aqui nos arredores do Rio Paraná

O botânico suiço Moisés Bertoni veio para Foz do Iguaçu e como todos nós, se encantou! Com a sua família morando na Argentina, Moisés resolveu explorar as plantas da nossa região e estudá-las. Assim descobriu a planta Stevia ao redor do Rio Paraná e após muitos estudos, foi descoberta que a planta adoçava (de uma forma saudável e natural) 200 vezes mais que o açúcar que estamos acostumados. O pesquisador deixou um grande legado aqui na fronteira e você pode conhecer melhor em seu museu “Moisés Bertoni”, no Paraguai.


E aí, já conhecia todas essas curiosidades da nossa cidade? Se gostou do conteúdo, compartilhe e deixe o like para fazermos a parte dois 🙂


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana de Foz e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: jornalismo.foz@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui