Home Solutudo “Salve, lindo pendão da esperança”. O autor do hino da bandeira já esteve em Botucatu

“Salve, lindo pendão da esperança”. O autor do hino da bandeira já esteve em Botucatu

“Salve, lindo pendão da esperança”. O autor do hino da bandeira já esteve em Botucatu

Antônio Francisco Braga, nascido no Rio de Janeiro, em 15 de Abril de 1868. Começou seus estudos musicais em um Asilo aos 8 anos. 10 anos depois concluiu seu curso de clarineta no Conservatório de Música.

Compositor na terra dos bons ares

Francisco Braga, veio a nossa cidade, a convite do Professor Alfredo Franklin de Mattos para estar entre nós. Ficou hospedado ali, na Rua Dr. Costa Leite, próximo a escola Santa Marcelina, fundos do EECA. Na época, era um grande artista de renome, pois ele introduziu o estilo musical em terras brasileiras.

O maestro este na terra dos bons ares no dia 27 de Novembro de 1939. 81 anos depois de sua aparição em Botucatu, relembramos um pouquinho da trajetória dele aqui.

Sua visita marcou de certa forma a cidade, e adornou a cidade que na época contava com grandes personagens. Estudantes da época comemoraram esse dia inesquecível em suas memórias.

Compondo a sua vida

No ano de 1890, se classificou entre os 4 primeiros colocados no concurso para a escolha do novo hino nacional brasileiro. Além disso, com o resultado, obteve bolsa do Governo para estudar na Europa.

Foi fundador e primeiro presidente do Sindicato dos Músicos. Sendo ele autor de grande quantidade de hinos patrióticos. Do qual, o mais popular é o Hino à Bandeira (1906), com letra de Olavo Bilac.

Francisco a esquerda embaixo

Faleceu no Rio de Janeiro, em 14 de março de 1945.

Hino à Bandeira Nacional

Salve, lindo pendão da esperança!
Salve, símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul
A verdura sem par destas matas
E o esplendor do Cruzeiro do Sul

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Contemplando o teu vulto sagrado
Compreendemos o nosso dever
E o Brasil por seus filhos amado
Poderoso e feliz há de ser!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!

Sobre a imensa Nação Brasileira
Nos momentos de festa ou de dor
Paira sempre sagrada bandeira
Pavilhão da justiça e do amor!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil
Querido símbolo da terra
Da amada terra do Brasil!


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você tem uma sugestão e quer ver ela ela aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here