Há dois anos, a carioca Aline Bezzoco, 29 anos, desenvolveu o aplicativo “Tá tudo bem?”. A programadora deu início ao projeto após ouvir comentários preconceituosos sobre um conhecido que havia tentado suicídio. Seu intuito era desmistificar tabus sobre o tema e incentivar discussões sobre saúde mental.

No mês do Setembro Amarelo, campanha de prevenção ao suicídio, é importante lembrar que o Brasil é o país com maior índice de depressão da América Latina. Mas, apesar disso, vem crescendo o número de iniciativas que podem oferecer auxílio à quem necessita. 

Esse é o caso do “Tá tudo bem?”, que oferece acesso à ajuda e informações sobre o assunto. O botão de emergência do aplicativo redireciona o usuário para o atendimento do Centro de Valorização da Vida (CVV). Ele oferece, também, um espaço destinado a uma lista de contatos emergenciais; basta clicar no botão “preciso falar com alguém” que um SMS é disparado para quem estiver na lista. 

Além disso, notificações de apoio emocional, ferramenta de meditação e uma lista de razões para viver fazem parte do pacote. “A ideia inicial do aplicativo era ser algo mais informativo, com o objetivo de desmistificar e quebrar tabus a respeito do suicídio. Como, por exemplo, ajudar a identificar comportamentos suicidas”, comenta Aline.

No entanto, ela resolveu incrementar a tecnologia com a ajuda de sua psicóloga. Por já fazer terapia há anos, sabia que precisava da validação de uma profissional da área para garantir que o saldo da ideia seria positivo e não causaria nenhum gatilho em alguém. 

O retorno tem sido bastante positivo. Fico feliz quando as pessoas me mandam mensagens agradecendo pelo aplicativo, dizendo o quanto ajudou ou quando algum psicólogo diz que a ideia é boa e válida, pois sei que estou no caminho certo. Há também as críticas, mas no geral são construtivas e acho válido para as melhorias do aplicativo.

A carioca Aline conseguiu disponibilizar o app para iOS após um financiamento coletivo. (Foto: Arquivo Pessoal)

O aplicativo é gratuito e está disponível para Android. Em breve, será disponibilizado também para o sistema iOS. É essencial reforçar que ele não substitui a ajuda de um profissional! 

Em caso de emergência, ligue para o CVV no telefone 188! 

Fontes: Razões para Acreditar; Hypeness


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui