Hoje é dia daqueles que nos ensinam, daqueles que passam noites sem dormir preparando suas aulas. Hoje é dia daqueles que soltam a imaginação e criam uma metodologia diferente para você poder aprender. Hoje, dia 15 de outubro é o Dia do Professor!

Pensando nesta data especial, a Solutudo traz histórias de professores que buscam sempre ensinar, mas de uma forma diferente e bem divertida.

O sonho do André Hideki começou há cinco anos quando ele passou a ter contato com os alunos em seu projeto de extensão na faculdade. A afinidade foi tanta que ele fez da Química seu maior desejo: o de ensinar!

Quando eu estava na faculdade, eu explicava Química para todos da minha turma e, consequentemente em casa, eu acabava explicando para a minha mãe também, do qual sempre apoiou e ficou muito orgulhosa pelo conhecimento que estava adquirindo

Com a licenciatura, André entendeu que poderia ensinar, e que isso poderia transformar vidas! Mas, a Química não é uma área muito fácil, por isso, André inovou e colocou a música dentro da sala de aula. 

Sempre fiquei encantado com professores que deram aula com a música. Como eu tocava violão, pensei em fazer paródias com a Química e ajudar os alunos a fixar melhor o conteúdo. Claro que, não podemos só lecionar todo o conteúdo apenas com a música, mas lecionar envolve muito mais que repassar o contexto. É ter uma cumplicidade de aluno e professor para que ambos possam ser beneficiados e contemplados com a beleza do conhecimento

Dá música para a dança

Outra docente que faz toda diferença na vida dos alunos é a professora de Matemática, Mônica Podsclan. E o desejo de ensinar surgiu aos 16 anos, quando ela trabalhava corrigindo todo o material em uma escola particular que incentiva o estudo e o potencial de crianças. 

Professora desde 2009, ela comenta que dar aulas durante esses anos tem sido algo que ela gosta muito.

É uma satisfação muito grande você ver seu aluno aprendendo e saber que você mesma é responsável por todo esse processo de ensino e aprendizagem. Mas confesso que não é uma tarefa fácil, principalmente hoje que alunos se encontram desmotivados em meio as tecnologias mais atrativas

E não pense que isso a impede de continuar ensinado! Mônica faz uso de uma metodologia diferenciada: Ela dança enquanto ensina. 

Além disso, sempre que possível, uso músicas com coreografias elaboradas por mim, ou até mesmo encontradas na internet para facilitar o processo de memorização desses conceitos. A música é uma ferramenta muito eficaz que auxilia no processo de transmissão de ideias e informações, sem contar que é motivadora e torna a aula atrativa

Os usos de novas formas de ensino não param por aí, ela também se utiliza das tecnologias, principalmente de softwares que auxiliam o processo de construção dos conceitos, e de projetos motivadores, que desenvolvem diferentes competências e habilidades.

Tenho encontrado resultados bem positivos com essas metodologias adotadas. Esses resultados são aprovações dos alunos nos vestibulares e ótimo desempenho no Enem


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui