No dia 13 de junho de 2000 foram plantadas as primeiras sementes de um ato solidário tão grandioso de Ourinhos. Com poucas voluntárias nascia a Recco-Rede de Combate ao Câncer de Ourinhos que teve a instalação da sua primeira sede na Rua Euclides da Cunha.

Tempos depois, no dia 16 de novembro de 2011 o time de voluntários se instalou na Avenida Domingos Perino, 911, Vila Perino. A missão dos voluntários é de ajudar e acolher os pacientes carentes com câncer, desde com ajuda de medicação até cesta básica.

A sede.

As pessoas assistidas pela entidade são as famílias de baixa renda de Ourinhos, não atendem região. E é uma entidade sem fins lucrativos, não recebem verba municipal, tudo é doação que vem da população ourinhense.

Um fator interessante é que não é qualquer pessoa que faz o seu cadastro, o paciente precisa comprar a doença com exame de biópsia positiva e outros documentos. O motivo é que existem muitas pessoas de má fé. Atualmente, são mais de 800 pessoas cadastradas.

Em resumo, a Recco acolhe o paciente com atendimento psicológico, fornecimento de medicação e suplementos com receitas médicas e ajuda com exames laboratoriais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Somente o leite integral é doado para os pacientes sem receita.

Conquistas

De modo unânime entre Célia Regina Miranda Carrara, a presidente, Neyde Campion, vice-presidente, e Paulo Sérgio Frazon, o tesoureiro, a maior conquista de todos os tempos da entidade é ver o paciente curado. É terminar o tratamento, continuar visitando o local e ser um novo contribuinte.

“É uma alegria atender cada paciente e ver ele bem, que venceu a doença. Aí depois de uns anos, ele vem até nós e deseja nos ajudar da melhor forma possível. É gratificante”, conta a Célia.

Projeto

Um projeto bacana, que ajuda muito a entidade ter o reconhecimento, é o Brechó. Fica instalado no prédio da sede e funciona de segunda a sexta das 14h até às 16h. A entidade aceita qualquer tipo de doação, desde roupa até algum móvel, para ser revertido em vendas que o lucro contribuirá no acolhimento com os pacientes. É o carro chefe da equipe de voluntários.

E na época do Natal, eles fazem um Bazar para vender a produção de artesanatos das voluntárias parceiras. Inclusive, nós, a Solutudo Ourinhos, divulgamos um vídeo especial mostrando todos os produtos. O Bazar deste ano foi até o dia 18 de dezembro e, mais uma vez, um sucesso.

Autoavaliação

Ao relembrarem de tudo que já passaram, Neyde afirma que dá nota mil para a Recco. “Temos uma estrutura ótima e próximo de Ourinhos não outra entidade que faça o que fazemos pelos nossos ourinhenses. Somos um dos melhores entre a Liga de Combate ao Câncer do estado. E somos verdadeiros e transparentes com a população, prestamos conta para os ourinhenses e eles sabem o destino do dinheiro”, fala.

Futuro

Para o futuro, a expectativa é de ver cada vez mais pacientes se recuperando e se tornando sócios contribuintes. Bem como, aumentar o número de voluntários, principalmente de pessoas mais jovens.

Todo mês aumenta o número de pacientes e a entidade cada vez mais precisa de ajuda no time. É preciso de jovens porque eles têm mais garra, força e vontade de fazer acontecer. Tem que vir para somar, para agregar.

O time completo da entidade. Foto: arquivo pessoal

“A Recco é um complemento do que o poder público não faz. Oferecemos uma assistência verídica e justa para as famílias. E é para isso que queremos mais pessoas nos ajudando, pessoas que queiram estar aqui e ser o acolhimento necessário para quem precisa”, finaliza a presidente.


Que tal você também ajudar a entidade, hein? Procure por @recco_ourinhos nas mídias sociais e acompanhe o trabalho da entidade! E não esqueça de acompanhar a Solutudo Ourinhos: @solutudo.ourinhos


Gostou desse conteúdo? Deixe seu comentário no campo abaixo! E se você conhece alguma história bacana da sua cidade e quer que ela seja contada aqui, entre em contato pelo e-mail: sugestao.pauta@solutudo.com.br

Avalie este conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome aqui